Logo Mais Retorno
videos

O FUNDO IMOBILIÁRIO VISC11 vai quebrar nessa crise?

O FUNDO IMOBILIÁRIO VISC11 vai quebrar nessa crise? Você já ouviu falar, tem interesse em ter na sua carteira ou já tem o VISC11? Então vem…

Autor:Equipe Mais Retorno
Data de publicação:28/08/2020 às 09:54 -
Atualizado 3 anos atrás
Compartilhe:

Você já ouviu falar, tem interesse em ter na sua carteira ou já tem o VISC11? Então vem conferir este vídeo completo com várias dicas do nosso especialista em fundos imobiliários, Vitor Matias!

O VISC11 é um fundo de tijolo, nomeado como Vinci Shopping Centers, é um FII gerido pela Vinci
Partners foi criado em janeiro de 2013.

Seus investimentos são destinados majoritariamente em aplicações nos empreendimentos de shoppings.

Fundos de tijolo como VISC11 possuem essa característica pelo motivo de obterem imóveis físicos, podendo o fundo rentabilizar através da compra ou construção para gerar aluguéis ou também ganhar com a venda dos imóveis.

Mas será que por conta dos impactos do coronavírus no Brasil e no mundo os FIIs de shopping podem quebrar?

Acompanhe o vídeo completo!

Lembrando que as dicas oferecidas pelo nosso especialista, valem para todos os FIIs da mesma categoria (fundos imobiliários).

Existem três pontos principais que devem ser analisados na compra de um FII em sua carteira:

 1. A localização: onde estão localizados os shoppings que você irá investir. Afinal o que você leva do imóvel é o patrimônio, que é o gerador da renda.

 2. Transparência da gestão e a própria gestão: se você acompanha gestores que publicam informes todo mês, bem auditados, confia no trabalho, têm informação disponível para ir atrás do fundo, você identificará a diferença entre uma gestão que possui transparência e uma que não possui.

Segundo nosso especialista Vitor, é importante acompanhar as cartas, os informes e entenda o que de fato tem sido feito nos processos por trás do seu FII escolhido.

Afinal, não adianta o patrimônio ser excelente e o gestor não se importar com ele (vende a um preço que não deveria, liquida um ativo que era ótimo e não deveria ter liquidado, ou não dá a devida atenção aos inquilinos, etc)

3. Geração de renda: capacidade de gerar renda, tamanho do espaço de possibilidades de gerar renda futura. “Continuará sendo um shopping?” “Se não for um shopping o que vai ser?” “o que vão fazer?” “qual a necessidade de reforma?”

Você sabia? Temos um curso EXCLUSIVO sobre FIIs e você não pode perder a oportunidade de entender a fundo sobre este ativo em sua carteira. Clique aqui para saber mais.

Importante considerar três pontos:

- Este vídeo não se trata de uma recomendação;
- Você precisa alinhar a análise com sua estratégia e acreditar na visão de quem administra;
- Este relatório é um relatório referente ao mês de maio de 2020.

Neste site você encontra o relatório para este fundo e muitos outros também.

E aí, você já possui fundos imobiliários na carteira? Como funciona sua estratégia de diversificação? Conta aqui nos comentários!

Ficou com algum dúvida? Deixe aqui também ou envie um e-mail para contato@maisretorno.com

Bons investimentos! 

Siga nosso conteúdo na rede
Telegram
Leia mais aqui.
Podcast
Instagram: @mais_retorno
Facebook: Mais Retorno
Twitter: @mais_retorno
Linkedin: Mais Retorno

Sobre o autor
Autor da Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!

® Mais Retorno. Todos os direitos reservados.

O portal maisretorno.com (o "Portal") é de propriedade da MR Educação & Tecnologia Ltda. (CNPJ/MF nº 28.373.825/0001-70) ("Mais Retorno"). As informações disponibilizadas na ferramenta de fundos da Mais Retorno não configuram um relatório de análise ou qualquer tipo de recomendação e foram obtidas a partir de fontes públicas como a CVM. Rentabilidade passada não representa garantia de resultados futuros e apesar do cuidado na coleta e manuseio das informações, elas não foram conferidas individualmente. As informações são enviadas pelos próprios gestores aos órgãos reguladores e podem haver divergências pontuais e atraso em determinadas atualizações. Alguns cálculos e bases de dados podem não ser perfeitamente aplicáveis a cenários reais, seja por simplificações, arredondamentos ou aproximações, seja por não aplicação de todas as variáveis envolvidas no investimento real como todos os custos, timming e disponibilidade do investimento em diferentes janelas temporais. A Mais Retorno, seus sócios, administradores, representantes legais e funcionários não garantem sua exatidão, atualização, precisão, adequação, integridade ou veracidade, tampouco se responsabilizam pela publicação acidental de dados incorretos.
É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos, ilustrações ou qualquer outro conteúdo deste site por qualquer meio sem a prévia autorização de seu autor/criador ou do administrador, conforme LEI Nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998.
® Mais Retorno / Todos os direitos reservados