Logo Mais Retorno
videos

IGP-M: o que é e como funciona

IGP-M: o que é e como funciona No episódio 61 do #Descomplica, Bia Prata explica sobre o IGP-M.O que é IGP-M? O IGP-M (Índice Geral de…

Autor:Equipe Mais Retorno
Data de publicação:17/03/2022 às 13:22 -
Atualizado 2 meses atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

No episódio 61 do #Descomplica, Bia Prata explica sobre o IGP-M.

O que é IGP-M?

O IGP-M (Índice Geral de Preços do Mercado) é um índice que representa, em parte, a inflação. É calculado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Atualmente, em questão de mercado, o IGP-M é um índice mais utilizado pela área imobiliária. A utilização do IGP-M envolve a correção dos valores de aluguel, por exemplo.

Como funciona o IGP-M?

O IGP-M leva em consideração, em seu cálculo os seguintes critérios:
O Índice de Preços por Atacado (IPA), que tem peso de 60% do índice;
O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que tem peso de 30%;
O Índice Nacional de Custo de Construção (INCC), representando 10%;

Uma das principais funções do IGP-M é funcionar como índice de correção para valores de aluguel, energia elétrica e demais contas relacionadas.

Para que serve o IGP-M?
O IGP-M também está relacionado à inflação, como ocorre com o IPCA, mas o seu cálculo é diferente e, portanto, pode trazer resultados bem diferentes.

Vale lembrar que o IGP-M tem o seu índice liberado antes do IPCA. Para o mês de dezembro, por exemplo, o IGP-M é lançado ao público ainda em dezembro. Já o IPCA, só sai nos primeiros 10 dias do mês subsequente (janeiro).

Corretoras imobiliárias utilizam o IGP-M como forma de correção dos aluguéis de seus clientes. Ao término de um ano, geralmente aqueles imóveis alugados sofrem alguma correção em seus aluguéis.

Essa correção pode ser feita utilizando o IGP-M mais alguma taxa de juro ou somente o IGP-M.

Vale lembrar que um dos índices que possui certo peso dentro do cálculo do IGP-M é o INCC, índice utilizado na construção civil.

No mercado de investimentos, o IGP-M é utilizado em larga escala. Temos vários tipos de ativos que oferecem em seus rendimentos atrelados a correção do IGP-M.

LCIs e debêntures são bons exemplos de ativos que podem oferecer correção pelo IGP-M, assim como fundos imobiliários, CRIs e demais ativos ligados à área imobiliária.

Por que utilizar o IGP-M?
Na comparação direta com o IPCA, o IGP-M possui mais volatilidade, sendo que o índice tem tendência de conseguir registrar taxas maiores do que o IPCA no longo prazo.

Uma das razões para chegar a essa conclusão está ligada ao cálculo do IGP-M em comparação direta ao IPCA.

Ainda ficou com dúvida? Confira tudo sobre o IGP-M no nosso Glossário.

Sobre o autor
Autor da Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!