Empresa

A Via (ex-Via Varejo) apresentou lucro líquido de R$ 132 milhões no segundo trimestre de 2021, alta de 103% em relação ao mesmo período do ano passado.

Foto: Reprodução
Via reverte prejuízo e soma lucro líquido 103% maior no segundo trimestre ante a mesma base de 2020 - Foto: Reprodução

No entanto, o lucro líquido comparável, para os "efeitos do incentivo de subvenção relacionado a anos anteriores", foi de R$ 45 milhões. Esse resultado reverte o prejuízo líquido operacional de R$ 176 milhões, registrado um ano atrás. A receita líquida ficou em R$ 7,8 bilhões, alta de 49,2% em relação ao mesmo período de 2020.

Por outro lado, o Ebitda foi de R$ 391 milhões, uma queda de 26,5% ante a mesma base comparativa do ano anterior. A companhia pondera, porém, que o resultado de 2020 tinha o efeito de crédito transitado em julgado de ICMS na base de cálculo do PIS/Cofins no valor de R$ 241 milhões.

O Ebitda ajustado, por sua vez, foi de R$ 485 milhões no período, 54,4% a mais do que no segundo trimestre de 2020. A margem Ebitda, indicador de rentabilidade, ficou em 6,2%, 0,2 ponto porcentual superior ao de um ano atrás.

"A boa notícia é que já temos 65% do nosso GMV (vendas totais) vindo do online. Já fazemos R$ 1,7 bilhão de GMV no marketplace e a nossa margem não sofreu", disse o CEO da companhia, Roberto Fulcherberguer.

Vendas

O volume bruto total de mercadorias da companhia (GMV) ficou em R$ 11,4 bilhões de reais. As vendas digitais se dividem entre os produtos vendidos diretamente pela Via (1P), cujas vendas cresceram 7% em faturamento, e os produtos de terceiros, vendidos no shopping virtual da empresa.

Nessa última categoria, o marketplace, a alta foi de 85%, chegando a R$ 1,7 bilhões vendidos. Nas lojas físicas, a receita bruta do trimestre foi de R$ 4,8 bilhões, uma alta de 120% em relação a um ano atrás.

"No mês de abril, cerca de 57% das lojas permaneceram fechadas por conta das restrições de funcionamento em diversas regiões do país, de modo que a receita bruta das lojas físicas no segundo trimestre ainda não alcançou o potencial. Mas ainda assim cresceram 124% na comparação anual”, diz a companhia.

No critério mesmas lojas, o desempenho foi positivo em cerca de 126% no período, segundo a Via. Segundo o diretor financeiro da Via, Orival Padilha, o fechamento de lojas do segundo trimestre de 2020 foi mais severo do que o observado neste trimestre. / com Agência Estado

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Veja mais Ver mais