Empresa

A Usiminas informou que retomou as operações do alto-forno nº 2 da Usina de Ipatinga (AF2). O equipamento tem capacidade de produzir 55 mil de toneladas de ferro-gusa por mês ou cerca de 600 mil toneladas por ano, e, com o retorno, a Usina volta a operar a plena carga na produção de aço bruto, contribuindo ainda mais com o atendimento às demandas do mercado doméstico.

Foto: Andrevruas
Usiminas retoma as operações do alto-forno nº 2 da Usina de Ipatinga

Em fato relevante enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a empresa detalha que a paralisação durou cerca de oito meses e, desde dezembro de 2020, vinha trabalhando para a retomada da operação do forno. Foram investidos R$ 67 milhões no processo, que gerou cerca de 600 empregos temporários durante a obras, conduzidas, entre outras empresas, pela Usiminas Mecânica.

Para a operação do equipamento, a Usiminas contratou 40 novos colaboradores permanentes. "Além disso, a companhia investiu na melhora do desempenho ambiental da operação, uma vez que o AF2 conta com um novo sistema de despoeiramento. Com a retomada do AF2, a Usiminas reforça seu compromisso com a geração de resultados sustentáveis e seus esforços para atendimento da demanda de seus clientes locais", diz. / Agência Estado

Imagem do autor

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Empresa
Empresa
Empresa
Empresa
Veja mais Ver mais