TWR – Time Weighted Return

Última modificação em 05 de Janeiro de 2021 às 02:25

O que é TWR?

Retorno ponderado no tempo (Time-Weighted Rate of Return, TWR) é uma taxa que permite calcular o crescimento de uma carteira de investimentos.

É frequentemente utilizado para comparar o retorno de diferentes ativos, pois elimina as distorções criadas por aplicações ou retiradas de dinheiro dos fundos de investimento

Também é chamado de retorno médio geométrico uma vez que é divido em subperíodos que serão multiplicados uns pelos outros.

Qual a fórmula do TWR?

A seguinte fórmula é utilizada para determinar o crescimento dos ativos de um portfólio:

TWR = [ ( 1 + HP1) x ( 1 + H P2) x ... x ( 1 + HPn) ] - 1, onde:

  • TWR = Retorno ponderado no tempo;
  • n = Número de subperíodos;
  • H P = Valor final - valor inicial + fluxo de caixa / Valor inicial + fluxo de caixa;
  • H P n = Retorno por subperíodo n.

Como calcular o Time Weighted Return?

  • Calcule a taxa de retorno de cada subperíodo subtraindo o saldo inicial pelo final. O resultado deve ser divido pelo valor inicial;
  • Sempre que houver alteração do fluxo de caixa é preciso determinar um novo subperíodo. Assim, cada um desses resultados terá uma taxa de retorno. Some 1 ao valor encontrado em cada equação, isso facilitará os cálculos negativos;
  • Os valores encontrados em cada subperíodo devem ser multiplicados entre si. O resultado deve ser subtraído para obter o TWR.

Como entender o TWR?

Muitos investidores não conseguem determinar com clareza o lucro de um fundo de investimentos após muitos depósitos e retiradas terem sido feitos.

De fato, não se pode simplesmente somar esses valores ao saldo inicial, uma vez que esse o montante final deve refletir, além dos depósitos e retiradas, o retorno sobre o investimento. Assim, muitas vezes, essas movimentações distorcem o cálculo da lucratividade. 

O TWR fornece a taxa de retorno de cada subperíodo, com base na adição ou subtração de dinheiro ao fundo de investimento.

Ou dito de outro modo, o retorno de uma carteira de investimentos  é dividido em intervalos de tempo de acordo com as alterações no fluxo de caixa — assim o resultado é mais preciso do que a análise do saldo inicial e do final ou do tempo de investimento.  O TWR analisa o retorno de cada subperíodo ou período de retenção, de modo a permitir a análise dos rendimentos ao longo do tempo.

Vale observar que os subperíodos devem ser iguais, o que permite comparar os retornos de diferentes investimentos de uma carteira. Esses intervalos de tempo são então geometricamente vinculados para determinar a taxa de retorno ponderada no tempo.

Como os gestores de investimentos não têm controle sobre os fluxos de caixa dos fundos, o TWR é uma medida de desempenho popular para essas aplicações, em oposição à taxa interna de retorno (TIR), que é mais sensível aos movimentos do fluxo de caixa.

​Limitações do TWR

Devido a frequente retirada ou entrada de dinheiro no caixa de uma empresa, muitos investidores podem achar extremamente complicado calcular o TWR. No entanto, é possível utilizar recursos como calculadoras online ou softwares computacionais para ajudá-los nesse processo. 

Outro cálculo de taxa de retorno frequentemente utilizado é a taxa de retorno ponderada em dinheiro, que permite calcular os valores de todos os fluxos de caixa iguais ao valor do investimento inicial.

Jerome Powell

Jerome Powell

Quem é Jerome Powell? Jerome Powell, ou simplesmente “Jay” Powell, é o atual presidente do Federal Reserve (Fed) - que é o sistema de Bancos Centrais dos...

  CONTINUAR LENDO

Glossário de Finanças e Investimentos

Pesquise a(s) palavra(s) navegando pelo alfabeto abaixo