Total Return

Última modificação em 22 de Junho de 2021 às 12:35

O que é Total Return?

O Total Return é um indicador muito importante e útil para qualquer investidor. Ele indica, como o próprio sugere, o retorno total de um investimento - seja sobre a valorização de um ativo ou pela distribuição de rendimentos em um determinado período de avaliação.

Ao receberem seus dividendos, uma das maiores dúvidas entre os investidores é, comprar mais ações ou investir em títulos de renda fixa, por exemplo? O que será que vale mais a pena?!

O Total Return indica a quantia financeira que um investidor ganha por ação em um período de tempo especifico, considerando que os rendimentos são reinvestidos. Esse indicador é expresso em porcentagem.

Se o Total Return de uma ação é 7%, por exemplo, significa que, somando o aumento do valor da ação com os rendimentos ganhos e reinvestidos, o investidor teve uma valorização de 7% nessa ação.

Como trabalhar na prática com o Total Return?

Imagine uma empresa cuja ação tenha o valor de R$ 50,00. Um investidor comprou 100 ações, totalizando um investimento inicial de R$ 5.000,00. Essa ação pagou dividendo de 1% por ação, que o investidor reinvestiu comprando mais uma cota dela, totalizando 101 cotas.

Imagine, ainda, que ao final de um ano o preço da ação subiu para R$ 53,00. Para calcular o desempenho e o Total Return desse investimento é simples, são precisos apenas 3 passos:

  1. O investidor precisa encontrar o valor total de suas ações. Para isso, ele irá multiplicar o valor atual da ação pelo numero de cotas que possui. Ou seja, R$ 53 x 101 = R$ 5.353;
  2. Feito isso, o investidor precisa encontrar o ganho total que obteve sobre esse investimento. Ele irá subtrair o valor atual de suas ações pelo valor investido inicialmente: R$ 5.353 – R$ 5.000 = R$ 353,00;
  3. Por fim, após encontrar o ganho total, basta dividir esse valor pelo investimento inicial e multiplicar por 100 para encontrar a porcentagem do Total Return. Ou seja, R$ 353/ R$ 5.000 x 100 = 7%.

Isto é, o investimento na ação entregou um Total Return de 7%. Outra maneira de calcular seria encontrando o ganho de capital (ou seja, a valorização da cota) e somando-a ao dividendo. A fórmula seria a seguinte:

Ganho de capital =R$ 53(valor atual da cota) – R$ 50 (valor inicial da cota) / R$ 50 (valor inicial da cota) x 100. Nesse caso o ganho de capital é de 6%. Total Return = 6% + 1% (dividendos) = 7%.

Por que trabalhar com o Total Return?

O Total Return é importante pois leva em consideração os rendimentos que a ação distribui, e não apenas a valorização da cota. Esses rendimentos podem ser dividendos, juros sobre capital próprio ou bonificações.

Caso o investidor do exemplo acima não tivesse reinvestido o dividendo recebido, e considerando apenas o ganho de capital, teria no final um retorno de 6%.

A diferença de 1% em apenas 1 ano é bastante positiva - considerando um valor relativamente baixo de investimento. Agora, tente imaginar essa mesma situação mas a longo prazo (10 anos), com valores ainda maiores de investimentos... O Total Return seria ainda maior!

Portanto, reinvestir os dividendos ao invés de gasta-los é uma ótima estratégia para investidores que querem aumentar seu patrimônio a longo prazo.

O Total Return determina o verdadeiro crescimento de um investimento ao longo do tempo, além de ser utilizado para avaliar o desempenho histórico das empresas. Vale lembrar que é importante avaliar o quadro geral, não apenas uma métrica de retorno ao determinar um aumento no valor.

Glossário de Finanças e Investimentos

Pesquise a(s) palavra(s) navegando pelo alfabeto abaixo