Última modificação em 21 de maio de 2021

O que é TMR - Taxa Média de Retorno?

A TMR - Taxa Média de Retorno - é um tipo de indicador contábil capaz de analisar e mensurar o nível de lucratividade de um investimento, através de uma fórmula matemática. 

É valido esclarecer que, ao dizermos "investimento", não nos limitamos apenas a compra de ações no mercado financeiro, mas também nos referimos a diversos tipos de projetos empresariais que demandam de aplicações por parte de seus gestores.

Ou seja, quando uma empresa decide lançar algo novo no mercado - ou investir em melhorias internas, por exemplo - é preciso muito estudo prévio e um excelente planejamento de toda a operação, incluindo possíveis gastos e despesas financeiras para que o projeto dê resultado, certo?

Uma vez que este projeto tenha sido implementado, é hora de analisar seus verdadeiros benefícios: deu lucro para a companhia? Proporcionou, de fato, melhorias? O investimento valeu a pena?

Para esclarecer a essas dúvidas, os gestores utilizam a Taxa Média de Retorno como recurso avaliativo, já que a TMR é uma fórmula capaz de realizar cálculos precisos e demonstrar resultados exatos sobre o assunto.

Como o cálculo da TMR - Taxa Média de Retorno - é realizado?

A fórmula matemática utilizada para expressar a Taxa Média de Retorno de um investimento é bem simples de ser preenchida, calculada e analisada. Ela segue o seguinte padrão:

TMR = média dos lucros líquidos anuais / investimento inicial

Como você pôde perceber, é preciso ter duas informações para que o cálculo seja efetuado - média do lucro líquido e média do investimento. Posteriormente, basta dividir os resultados e assim obter a Taxa Média de Retorno.

Vamos a um exemplo mais prático: suponha que o lucro líquido dos três últimos anos foram R$1.000,00, R$2.000,00 e R$1.500,00, respectivamente, e o investimento inicial no projeto foi de R$2.500,00.

Primeiro, é preciso saber a média dos lucros. Para isso, soma-se os valores e divide o resultado pelo número total de objetos - nesse caso, três. Ou seja, R$1.000,00 + R$2.000,00 + R$1.500,00 = R$4.500,00 / 3. 

O resultado da média dos lucros anuais será de R$1.500,00. Agora, divide-se esse valor por R$2.500,00 - valor referente ao investimento realizado inicialmente. Portanto, a Taxa Média de Retorno será equivalente a 0,6%.

A análise desse resultado - se é positivo ou negativo - vai depender completamente das bases financeiras ao qual os gestores da empresa mantém seus investimentos.

Nesse caso, os 0,6% devem ser maiores que as referências do indexador econômico (IPCA, SELIC, CDI, etc.) que a companhia esteja utilizando, para expressar uma boa TMR. Caso os 0,6% sejam menores, expressará uma TMR negativa.

Entretanto, é importante lembrar que nenhum indicador contábil deve ser analisado de maneira isolada, principalmente aqueles que expressam resultados muito superficiais.

O gestor deve ter em mãos o resultado de outros indicadores, tais como TIR - Taxa Interna de Retorno, VPL - Valor Presente Líquido, TMA - Taxa Mínima de Atração, indicadores de risco e retorno, Payback e assim por diante, para interpretar a situação financeira da empresa como um todo.

Por que a TMR - Taxa Média de Retorno - é importante?

Uma vez que os cálculos e suas respectivas análises foram realizada, é hora de faze novas escolhas sobre o andamento do projeto, ou seja, se é viável continuá-lo da mesma maneira ou fazer certos tipos de reformulações.

A TMR é importante justamente por essa razão, pois permite aos gestores da companhia uma visão concreta de seus resultados, possibilitando o poder de decisão sobre possíveis aperfeiçoamentos e melhorias no projeto.

De fato, é um indicador contábil que orienta e pode ser bastante influenciador!

Termo do dia

Controle Definido

O que é controle definido? Controle definido é o nome dado a uma das maneiras de se organizar o quadro acionário de uma empresa, que se…