Teoria da expectativa de Vroom

Última modificação em 30 de Agosto de 2021 às 07:03

O que é a Teoria da Expectativa de Vroom?

A Teoria da Expectativa de Vroom afirma que o comportamento resulta de escolhas conscientes entre alternativas em que o propósito seja maximizar o prazer e diminuir a dor. Segundo ela, o desempenho de um colaborador é baseado em fatores individuais como habilidades, conhecimento e personalidade.

Sendo assim, o esforço, desempenho e a motivação estão ligados diretamente à motivação de qualquer pessoa.

Quais são os principais componentes da Teoria da Expectativa de Vroom?

A Teoria da Expectativa de Vroom utiliza a seguinte fórmula para calcular a força motivacional:

Força Motivacional = Expectativa x Instrumentalidade x Valência

O primeiro componente é a expectativa, ou seja, o que os colaboradores esperam de seus próprios esforços e a relação deles com o bom desempenho e os resultados alcançados. Parte dela, aliás, é o nível de dificuldade experimentado — ou seja, a dificuldade do objetivo.

Já a instrumentalidade afirma que cada colaborador é uma engrenagem da máquina e um instrumento que contribui para os resultados do negócio. Então, nada mais é que o desempenho do profissional ser bom o suficiente par atingir os objetivos.

Por fim, o resultado que os colaboradores alcançam é valorizado de forma diferente por cada um deles. Essa é a valência. Todo esse valor é baseado em suas próprias necessidades básicas e, por isso, é uma boa ideia que a empresa descubra o que o profissional valoriza e quais são as suas necessidades pessoais para usar como fonte de motivação.

Como a Teoria da Expectativa de Vroom se difere das outras?

Existe uma ligação sutil entre a Teoria da Expectativa de Vroom e a Teoria da Motivação de Adam Equity. Ambas afirmam de forma semelhante que as pessoas também compararão os resultados obtidos por elas mesmas com os dos outros. A segunda teoria, no entanto, sugere que as pessoas alternarão o nível de esforço que colocam para torná-lo justo em comparação aos outros de acordo com as suas percepções.

Outras teorias não permitem que exista o mesmo grau de individualidade entre as pessoas. Todos esses modelos levam em consideração as percepções individuais e, portanto, as histórias de cada um — o que permite uma riqueza de respostas não óbvias como acontece com McClelland ou Maslow, que assumem que as pessoas são essencialmente iguais.

A Teoria da Expectativa de Vroom também poderia ser considerada como sobreposta a teoria de Maslow, por exemplo. Essa segunda pode ser utilizada para descrever quais resultados deixam as pessoas motivadas e Vroom para descrever se elas agirão com base em suas expectativas e experiências.

Como é a aplicação da Teoria da Expectativa de Vroom na prática?

De acordo com a Teoria da Expectativa de Vroom, pode-se esperar que os colaboradores aumentem os seus esforços no trabalho quando a recompensa tiver mais valor pessoal para eles.

Então, assim, eles estarão mais cientes do fato de que existe uma ligação direta entre os seus esforços e os resultados.

Isso significa que tanto a empresa quanto o colaborador precisam estar cientes de três processos específicos. São eles:

  1. Um maior desempenho conduzirá a recompensas maiores;
  2. A recompensa oferecida sempre será apreciada;
  3. Esforços maiores melhorarão o desempenho no trabalho.

Se uma dessas condições não for atendida, será difícil manter o colaborador motivado. De certa forma, a parte da recompensa pode se tornar um problema e, por isso, cabe à empresa descobrir junto da equipe o que recompensa o valor individual dos funcionários e quais recompensas realmente o motivariam.

A grande parte dos negócios considera que os bônus financeiros são a melhor maneira de motivar os colaboradores, mas nem sempre esse é o fator mais importante para a equipe.

Por isso, de acordo com a Teoria da Expectativa de Vroom é preciso existir um equilíbrio adequado entre oferecer esse tipo de recompensa e definir um padrão de desempenho claro — e que seja feito sob medida para cada funcionário.

Jerome Powell

Jerome Powell

Quem é Jerome Powell? Jerome Powell, ou simplesmente “Jay” Powell, é o atual presidente do Federal Reserve (Fed) - que é o sistema de Bancos Centrais dos...

  CONTINUAR LENDO

Glossário de Finanças e Investimentos

Pesquise a(s) palavra(s) navegando pelo alfabeto abaixo