Última modificação em 25 de março de 2021

Quem é Sundar Pichai?

Sundar Pichai é CEO do Google, empresa multinacional de serviços online, e responsável pela criação de diversos produtos de sucesso da marca como o Google Chrome e o Android, sistema operacional baseado no Linux. Também liderou a equipe de projeto do Google Drive e do Google Play.

Também é CEO do Alphabet Inc., holding que controla várias empresas que pertenciam ao Google, inclusive o próprio Google, motor de buscas que leva o nome da companhia e marcas mundialmente conhecidas como YouTube e Google Maps.

Trajetória profissional

Sundar Pichai, cujo nome verdadeiro é Pichai Sudararajan, nasceu no dia 12 de julho de 1972, na cidade de Madras, na Índia. Viveu a maior parte da infância em uma casa de dois cômodos, o que o obrigava a dormir na sala com o irmão mais novo. 

Seu pai, que trabalhava como engenheiro na GEC, multinacional britânica, investia pesadamente na educação dos filhos. Desde cedo, Sundar Pichai se sentia atraído pela matemática e por tecnologias de ponta. Tinha uma memória extraordinária e era capaz de decorar vários números de telefone em poucos minutos. 

Concluiu o curso técnico em metalurgia em 1993 e ingressou no Indian Institute of Technology Kharagpur, onde se formou em engenharia metalúrgica - seguindo a tradição da família em formar profissionais de ponta. O feito lhe rendeu uma bolsa para estudar na Stanford University, onde cursou engenharia e ciências dos materiais.

Antes de concluir o curso, conseguiu um estágio na Applied Materials onde se dedicou ao estudo de materiais semicondutores. Decidiu continuar investindo nos estudos, assim em 2002 conclui um MBA na University of Pennsylvania.

Já tinha um currículo invejável quando, em 2003, começou a trabalhar como consultor da empresa de gerenciamento McKinsey & Co. Nessa mesma naquela época, a internet começou a ganhar força: o navegador Mosaic foi lançado e a world wide web se tornou mais acessível.

No início de 2004 ingressou no Google como chefe de desenvolvimento de produtos. Esteve envolvido no projeto que permite que o Google Search Engine seja facilmente acessado em diferentes navegadores.

Nos anos seguintes, se dedicou ao desenvolvimento do Google Chrome, o navegador do Google que foi lançado em 2008. A sequência de sucessos e o bom relacionamento com os colegas de trabalho fez com que Pichai se destacasse na empresa, passando a gerenciar a criação de produtos populares como o Maps e o Drive. 

No ano seguinte, passou a ser responsável pelo desenvolvimento do Android, o que provou a sua competência e capacidade de liderança. 

No mesmo ano, Sundar Pichai foi promovido a vice-presidente de desenvolvimento de produtos e passou a participar de palestras e simpósios como representante do Google. Seu rosto também passaria a estampar a capa de grandes publicações relacionadas a companhia. 

Em 2011, assumiu o cargo de vice-presidente sênior e dois anos depois, foi nomeado chefe do desenvolvimento de produtos e de inovações.

Sua capacidade de liderança e de gerir simultaneamente tantos projetos diferentes, chamou a atenção - assim, Pichai passou a receber convites de várias empresas do setor de tecnologia como o Twitter e a Microsoft. No entanto, preferiu ficar no Google que lhe ofereceu aportes financeiros consideráveis.

Em 2014, intermediou a compra da Nest Labs pela Google, firmada por US $ 3,2 bilhões. Sundar Pichai já era um nome muito conhecido do setor tecnológico quando, em agosto de 2015, foi nomeado CEO do Google. Em 2019, foi nomeado CEO da Aphabet, substituindo Larry Page. 

Hoje, é o executivo mais bem pago dos Estados Unidos, com fortuna estimada em U$ 1,5 bilhões. A estrutura desenhada da empresa, porém, fez com que Sundar se concentrasse na geração de receitas deixando o desenvolvimento de produtos – que ainda é um ponto forte da marca – nas mãos de outros colegas de trabalho. 

Termo do dia

ISE – Índice de Sustentabilidade Empresarial

O que é ISE? O ISE – sigla correspondente a “Índice de Sustentabilidade Empresarial” – é um recurso utilizado para mensurar qual o nível de sustentabilidade que as…