Última modificação em 6 de abril de 2021

O que é saldo?

Na contabilidade, o saldo é o resultado da diferença entre os créditos (entradas de capital) e os débitos (saídas de capital) de uma determinada conta. De maneira bem popular, podemos dizer que esse é o termo utilizado para saber o que "sobrou" após um determinado período do ponto de vista financeiro.

Naturalmente que existem diversos tipos de saldos no mercado financeiro (como veremos ao longo do texto). No entanto, de um modo geral, a forma de avaliar o resultado é similar nas diversas modalidades:

O que é saldo bancário?

O modelo mais comum é o da conta bancária. A sua popularidade se dá também pela maior frequência de uso. Embora boa parte da população brasileira ainda não possua conta em banco, há também uma parcela significativa que utiliza de uma conta corrente para deixar seus recursos financeiros.

Assim, é por lá que muitas pessoas recebem o seu salário e deixam disponível para as necessidades de rotina como pagamento do cartão de crédito, custos com um almoço fora de casa ou compras de supermercado, por exemplo.

Conforme essas despesas são realizadas, a própria conta bancária vai reduzindo os valores do saldo inicial, que era o crédito disponível. Ao final de cada dia, o banco informa o saldo bancário, que nada mais é do que esse crédito inicial subtraído dos gastos realizados. O ideal, claro, é que ele seja sempre positivo.

Vale lembrar que, caso o resultado bancário seja negativo, os clientes com conta bancária costumam entrar no cheque especial, uma modalidade de crédito pré-aprovado que possui altas taxas de juros. Evite ao máximo entrar nessa situação.

O que é saldo anterior?

O saldo de uma conta (seja ela bancária ou não) nem sempre começa zerada. Geralmente, aliás, isso só acontece no primeiro mês, quando ocorre a data de criação da mesma e não existem grandes históricos de registro. A partir do final do primeiro período, normalmente mensal, o resultado final é "carregado" para o mês seguinte. O nome dele é saldo anterior.

O que é saldo inicial?

Da mesma forma que o resultado final pode ser levado para o mês seguinte, o saldo inicial é o nome dado para o valor que se inicia um determinado período. É a partir dele que os novos lançamentos são realizados, criando somas e subtrações que vão chegar ao resultado final futuro, repetindo esse processo de maneira contínua ao longo do tempo.

Uma observação interessante é que observar apenas esse indicador já é bom panorama do resultado acumulado de uma empresa ou da conta bancária de uma pessoa. Se ele é sempre positivo, afinal, representa que o saldo é lucrativo. Do contrário, por outro lado, verifica-se um prejuízo.

Os cuidados ao analisar um saldo

Apesar de parecer uma ferramenta simples, olhar apenas para o resultado final de uma conta pode ser perigoso em termos de análise. Isso porque nem sempre o saldo  pode realmente indicar a realidade. Isso vale especialmente para empresas e os seus demonstrativos financeiros.

O principal problema é que pode surgir, ao longo de um determinado período, um gasto não recorrente. E, neste caso, o valor do crédito pode não ser suficiente para cobrir esse valor apresentado. No entanto, se o cenário não voltar a se repetir, essa é uma situação isolada e que pode ser contornada pelo negócio.

O mesmo vale para a sua conta bancária. Nem sempre um mês no vermelho significa um problema de gestão financeira. É preciso ter calma e avaliar com paciência os resultados, de preferência utilizando um horizonte temporal mais longo.

Termo do dia

ISE – Índice de Sustentabilidade Empresarial

O que é ISE? O ISE – sigla correspondente a “Índice de Sustentabilidade Empresarial” – é um recurso utilizado para mensurar qual o nível de sustentabilidade que as…