Logo Mais Retorno

Siga nossas redes

  • Instagram Mais Retorno
  • Youtube Mais Retorno
  • Twitter Mais Retorno
  • Facebook Mais Retorno
  • Tiktok Mais Retorno
  • Linkedin Mais Retorno
termos

Preço Spot

Autor:Equipe Mais Retorno
Data de publicação:08/01/2020 às 20:46 -
Atualizado 5 anos atrás
Compartilhe:

O que é preço spot?

O preço spot nada mais é do que o preço atual de um ativo dentro do mercado, especialmente utilizado para mercadorias e commodities. Neste formato, usa-se pagamento à vista e com entrega imediata.

As negociações que envolvem commodities geralmente têm duas formas de precificação. A primeira delas, até mais conhecida, é o uso de um preço futuro. Assim, os investidores podem usar desse mercado como maneira de proteção ao seu produto.

Por exemplo, um exportador de café tem seu negócio diretamente relacionado a dois fatores: o café e o câmbio (moeda utilizada na exportação). Assim, ele pode gerar contratos futuros (comprando ou vendendo antecipadamente) sobre commodities ou câmbio para evitar sustos que tragam impactos e consequências em momento posterior.

O outro formato de precificação é justamente o preço spot que, como já vimos, é o valor cobrado por ele no curto prazo e com entrega imediata. Trata-se, portanto, de um objetivo de negociação diferente do que é empregado no uso do preço futuro.

Quais são as mercadorias que possuem preço spot?

 

Basicamente, todos os tipos de commodities possuem um preço spot que, como já vimos, reflete seu valor de mercado no dia específico em que ele é cotado. Esse preço, assim como acontece com as ações, varia a todo o instante de acordo com o mercado.

Vale lembrar que existem diferentes tipos de mercadorias, as quais são enquadradas de acordo com a sua categoria. Abaixo, destacamos as principais com alguns exemplos apenas para que você associe o restante do conteúdo com mais facilidade:

  • Agrícolas: açúcar, café, milho, trigo.
  • Minerais: álcool, gás, ouro, petróleo.
  • Ambientais: água, geração de energia, madeira.
  • Financeiras: real, dólar, euro.

Quando as commodities são negociadas com o seu preço spot, forma-se o que se chama de mercado spot. Ou seja, nada mais é do que o ambiente em que ocorrem as negociações de mercadorias que se concretizam na mesma hora tanto para pagamento, quanto para entrega.

Qual é a vantagem de trabalhar com o preço spot?

De um modo geral, o preço spot é benéfico na medida em que as transações são velozes tanto para o vendedor da mercadoria, como também para o comprador.

As vantagens são relativamente fáceis de compreender. Para o produtor de commodities, por exemplo, o pagamento ocorrerá à vista (sem parcelamentos), o que é ótimo para seu fluxo de caixa. O valor recebido, portanto, é integral sobre aquilo que é vendido.

Para quem compra, também há a vantagem de receber o produto imediatamente. É claro que nem sempre isso ocorre de maneira física, como no caso de um produto intangível. Ainda assim, tudo ocorre de maneira rápida e eficiente.

Contudo, vale observar que esse não é um mercado com foco em proteção, mas sim na aquisição e na venda das mercadorias. Para proteções, como vimos no primeiro tópico, é mais comum que se use do preço futuro do ativo.

Qual a relação entre preço spot e preço futuro?

Apesar de diferentes, preço spot e preço futuro possuem uma relação direta dentro das commodities. Isso porque a sua precificação de longo prazo é baseada justamente no valor cobrado por ela na data em que o contrato é firmado (ou seja, justamente seu preço spot).

A mudança é que o preço futuro precisa levar em consideração outras questões como alterações de oferta e demanda pelo produto, os riscos do setor, custos de armazenamento e taxas pela passagem do tempo.

No entanto, embora exista essa relação direta entre os dois preços, vale observar que eles não necessariamente serão próximos. Dependendo do cenário econômico e das projeções de oferta e demanda, o preço futuro das mercadorias podem apresentar grande diferença em relação ao preço spot.

Isso também não significa que um seja melhor do que o outro. Não se esqueça de que ambos são negociados em diferentes momentos temporais e, portanto, apenas refletem as condições de momento para compra e/ou venda.

Sobre o autor
Autor da Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!

® Mais Retorno. Todos os direitos reservados.

O portal maisretorno.com (o "Portal") é de propriedade da MR Educação & Tecnologia Ltda. (CNPJ/MF nº 28.373.825/0001-70) ("Mais Retorno"). As informações disponibilizadas na ferramenta de fundos da Mais Retorno não configuram um relatório de análise ou qualquer tipo de recomendação e foram obtidas a partir de fontes públicas como a CVM. Rentabilidade passada não representa garantia de resultados futuros e apesar do cuidado na coleta e manuseio das informações, elas não foram conferidas individualmente. As informações são enviadas pelos próprios gestores aos órgãos reguladores e podem haver divergências pontuais e atraso em determinadas atualizações. Alguns cálculos e bases de dados podem não ser perfeitamente aplicáveis a cenários reais, seja por simplificações, arredondamentos ou aproximações, seja por não aplicação de todas as variáveis envolvidas no investimento real como todos os custos, timming e disponibilidade do investimento em diferentes janelas temporais. A Mais Retorno, seus sócios, administradores, representantes legais e funcionários não garantem sua exatidão, atualização, precisão, adequação, integridade ou veracidade, tampouco se responsabilizam pela publicação acidental de dados incorretos.
É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos, ilustrações ou qualquer outro conteúdo deste site por qualquer meio sem a prévia autorização de seu autor/criador ou do administrador, conforme LEI Nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998.
® Mais Retorno / Todos os direitos reservados