termos

PLD – Prevenção à Lavagem de Dinheiro

Autor:Equipe Mais Retorno
Data de publicação:08/01/2020 às 01:52 - Atualizado 2 anos atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

O que é PLD?

A Prevenção à Lavagem de Dinheiro, popularmente abreviada para PLD, é uma forma que o governo e as principais instituições financeiras do país têm para tentar impedir o crime de lavagem de dinheiro, algo que é extremamente prejudicial em diversos níveis.

Podemos mencionar, por exemplo, que o capital em transição dentro do país terá origem ilegal. Assim, trata-se de uma circulação de moeda que não foi emitida ou autorizada pelo Banco Central, algo que afeta diretamente a economia.

Além disso, claro, trata-se de uma ação criminosa e que deve ser impedida. Nenhuma instituição quer ser vista como aquela que facilmente é utilizada para lavagem de dinheiro, algo que mancha sua reputação especialmente em um cenário competitivo como vivemos atualmente no planeta.

É por questões como essas que a PLD é tão importante para as empresas que compõe o sistema financeiro do Brasil. É preciso ter mecanismos que avaliem e busquem monitorar as movimentações de capital no país.

O que é a lavagem de dinheiro?

A lavagem de dinheiro é uma expressão utilizada popularmente para fazer referência às pessoas (ou empresas) que usam de meios falsos para justificar algum tipo de ganho de recursos ilícitos.

Esse é um procedimento comum quando a origem do dinheiro é ilegal (sujo). É o caso de contrabando ou do tráfico de drogas, por exemplo. Ainda que o capital já tenha sido ganho, será necessário justificar de onde ele veio para a Receita Federal.

É aí que entra o crime de lavagem de dinheiro, criando mecanismos para justificar o ganho daquele capital. Em muitas vezes, os criminosos optam por abrir uma empresa com operação simples, colocando nela a razão para o acúmulo de riqueza em um determinado período.

Essa expressão nasceu nos Estados Unidos, país em que dólares falsificados eram colocados em máquinas de lavar. O objetivo era desgastar as notas e torná-las mais reais diante do olhar público.

Como funciona a PLD?

Em virtude dos riscos envolvidos para o país com a lavagem de dinheiro, muitas instituições precisam adotar medidas que visam reduzir as chances de sucesso desta prática, em especial no caso dos bancos e também de órgãos públicos gerenciados pelo governo (principalmente o Banco Central).

Uma das práticas mais comuns nesse sentido das instituições bancárias é entender e monitorar comportamento de clientes. Transações fora do comum acontecem, claro, mas elas precisam ser esporádicas. Quando não há qualquer lógica, ou seja, se as transações não apresentam consistência, isso pode indicar algum problema.

Vale lembrar que um dos principais objetivos de quem lava dinheiro é justamente camuflar recursos ilegais dentro da normalidade. E não há melhor caminho para isso do que a penetração do capital em bancos consolidados.

Além disso, é preciso ter atenção redobrada com pessoas politicamente expostas e seu ciclo de convivência (como familiares). O mesmo vale para proprietários de empresas. A avaliação desses perfis ajuda a identificar potenciais problemas de lavagem de dinheiro.

Por que a PLD é tão importante?

Como vimos logo na introdução deste texto, a lavagem de dinheiro traz diversas consequências econômicas para um país. Entre elas, já mencionadas, está o fato de afetar todo sistema financeiro. Estatísticas apontam para até 5% do PIB originado por atividades ilegais, segundo o Banco Central.

Se esse cenário já seria suficiente para destacar a importância da PLD, é preciso lembrar ainda que a entrada de recursos de origem ilegal em instituições financeiras significa torná-lo lícito na medida em que integra esses valores no sistema financeiro nacional.

Ademais, esse tipo de capital raramente é empregado de maneira positiva. Isto é, como a origem é ilegal, a maior parte dele se destina a financiar atividades que devem ser combatidas por qualquer país como tráfico de drogas, terrorismo e outras ações correlacionadas.

Sobre o autor
Equipe Mais RetornoA Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!