Última modificação em 15 de janeiro de 2021

O que é payback simples?

O payback simples é um indicador financeiro. Ele serve para revelar o tempo necessário para que seja possível recuperar o custo total de um investimento. Em outras palavras, ele equivale ao prazo do retorno de um montante investido — ou quanto tempo ele leva para se pagar, em uma linguagem mais popular.

O cálculo do payback simples é utilizado por empreendedores, gestores de empresas e por investidores que precisam avaliar o potencial e a viabilidade do retorno das aplicações. Também é um indicador essencial para mostrar se vale a pena fazer o investimento em um projeto ou em um ativo e em quanto tempo é possível recuperar o valor inicial que foi investido.

Qual a diferença entre payback simples e payback descontado?

Além do payback simples, outro indicador muito utilizado é o payback descontado. Por terem similaridades, é comum que os interessados os confundam, a princípio, mas ambos têm algumas diferenças cruciais que tornam os seus funcionamentos bastante diferentes um do outro.

Enquanto o payback simples não considera o valor do dinheiro durante o tempo, o descontado aparece como um indicador mais complexo e que utiliza os valores descontados para o presente — e faz isso por meio de uma taxa de juros. Normalmente, o payback descontado é calculado por meio da Taxa Mínima de Atratividade (TMA). Ela pode ser tanto a taxa de juros básica do mercado quanto qualquer outro indicador que represente a rentabilidade mínima que é esperada do investimento.

Dito isso, é possível utilizar o payback simples para fazer um cálculo a partir dos valores nominais ou ir além e usar o payback descontado com os valores atualizados. Com ele, aliás, o tempo de retorno pode ser um pouco maior que do indicador simplificado.

Como calcular um payback simples?

O cálculo do payback simples pode ser feito a partir de uma fórmula, que é o investimento inicial dividido pelos ganhos no período selecionado. Com o resultado, fica mais fácil fazer a análise do grau de atratividade do investimento em questão. Quanto maior o tempo de recuperação do valor inicial, maior o risco.

Mesmo que a fórmula seja bastante fácil de ser aplicada, ela tem algumas limitações. Por esse motivo, é preciso combiná-la com outros indicadores para uma análise de projetos e investimentos mais completa. Além de fazer esse cálculo, é importante que a avaliação seja complementada com:

Quais são as vantagens e desvantagens do payback simples?

Entre as maiores vantagens do payback simples está o fato dele ser rápido e fácil de ser calculado. Além disso, é uma medida de risco do investimento, já que quanto menor for o período de payback, mais líquido é o investimento. Portanto, é menos arriscado que o payback descontado, por exemplo.

Já uma das desvantagens desse indicador é o fato dele não considerar o valor do dinheiro no tempo. Ele também não é vantajoso por não levar em conta o custo de capital da empresa e por não considerar os fluxos de caixa depois do período de payback.

Em resumo, pode ser que esse método não seja tão recomendado, embora seja muito utilizado na prática — principalmente por leigos. O principal “problema” do payback simples está no fato dele não considerar o valor do dinheiro no tempo. Esse fator o torna, então, um método matematicamente incorreto, já que destoa de todos os conceitos de relações de equivalência entre as taxas da matemática financeira.

Termo do dia

Oferta 476

A Oferta 476 é o conjunto de diretrizes ditadas pela CVM no que se refere ao acesso para o mercado de capitais. Confira mais detalhes sobre ela…