Última modificação em 28 de maio de 2021

Quem é Mario Marcel Cullell?

Mario Marcell Cullell é um economista chileno. Nascido em Santiago, Cullell é o governador do Banco Central do Chile desde dezembro de 2016. Além disso, é membro da Diretoria deste banco desde 2015.

Mario sempre mostrou um apoio aos partidos de centro-esquerda do Chile, tendo ocupado por seis anos a titularidade do Dipres chileno, um órgão estatal com intenção de organizar e gerir melhor os recursos públicos.

Por conta disto, Mario Marcel Cullell é considerado um dos pilares da regra do superávit estrutural do Chile, modelo que é exemplo em toda a América Latina. 


Qual é a trajetória profissional de Mario Marcel Cullell?

Mario Marcel Cullell nasceu em 1959, em Santiago do Chile. Sua mãe e seus avós são imigrantes e chegaram ao Chile em 1937, como forma de fugir da Guerra Civil Espanhola. 

Como seus pais necessitaram abandonar os estudos na Espanha para vir à América do Sul, Mario foi o primeiro de sua família a conseguir um diploma universitário, tendo se formado em Administração de Empresas na Universidade do Chile, entre 1977 e 1981. Pela Universidade de Cambridge, no Reino Unido, Mario Marcel Cullell obteve o título de doutorado em economia.

Antes de ser nomeado como Diretor do Banco Central do Chile, Mario Marcel Cullell trabalhou como Diretor de Práticas de Governança Global, no Banco Mundial, em Washington, D.C., nos Estados Unidos. Além disso, também trabalhou como Vice Diretor de Governança Pública e Territorial na OECD (Organização para Cooperação Econômica e Desenvolvimento) em Paris e como Gerente de Capacidade Institucional e Setor de Finanças no Banco de Desenvolvimento Interamericano. 

Trabalhou para o Governo do Chile por 13 anos em diferentes cargos públicos, atuando com o Ministro da Economia em várias frentes, Secretário Executivo para o comitê interministerial, Diretor de Racionalização, entre outros.

Marcel também trabalhou como pesquisador no Centro de Estudos Latinoamericanos (Cieplan), bem como professor e pesquisador em universidades do Chile e Reino Unido, tendo contribuído, também, como consultor em governos e organizações globais, como México, Colômbia, Peru e Vietnã. Não obstante, também é autor de mais de 80 livros publicados nas áreas de economia, finanças, política e administração pública.

Quais as principais contribuições de Mario Marcel Cullell para a economia?

Entre 2000 e 2006, Mario Marcel Cullell foi o Diretor de Orçamentos do Chile, um dos principais países emergentes no mundo. Neste período, implementou reformas profundas na condução das políticas fiscais, ativos públicos e governamentais bem como no sistema de orçamento público e administrativo chileno. 

Suas principais contribuições para a economia foram no setor público, sendo considerado um dos idealizadores do Regime de Metas de superávit Estrutural do PIB chileno.

Mario é responsável direto por conduzir um estudo sobre a metodologia para o cálculo de indicadores fiscais de longo prazo. Esta regra é aplicada no Chile desde 2001, visando gastar o que é considerado renda estável ao longo do tempo. 

Este regime de metas é visto por muitos como um case de sucesso em toda a América Latina e alavancou a economia chilena de forma satisfatória. Segundo levantamento realizado pela base de dados do FMI, World Economic Outlook, o Chile deve atingir renda per capita de US$ 25.000,00 em 2022, 64% maior que a brasileira e 34% maior que a argentina.

Todas essas contribuições no campo da economia renderam a Mario Marcel Cullel diversos prêmios, como:

Termo do dia

Propriedade Privada

O que é a propriedade privada? Propriedade privada é o nome dado à qualidade específica de um bem – a de ser posse de uma pessoa,…