LTV (Labor Theory Of Value)

Última modificação em 08 de Setembro de 2021 às 05:35

O que é LTV (Labor Theory Of Value)?

A LTV (Labor Theory Of Value) foi uma das primeiras tentativas dos economistas de explicar por que os bens eram trocados por certos preços relativos no mercado. Ela sugeriu que o valor de uma mercadoria era determinado e poderia ser medido objetivamente pelo número médio de horas de trabalho necessárias para produzi-la.

Os defensores mais conhecidos dessa teoria foram David Ricardo, Adam Smith  e Karl Marx. Desde o século XIX, porém, a Labor Theory Of Value caiu em desuso entre a maioria dos economistas convencionais.

Como a LTV surgiu?

A Labor Theory Of Value foi concebida pela primeira vez pelos antigos filósofos gregos. Mais tarde, ao desenvolver as suas próprias versões da LTV, tanto Smith quanto Ricardo começaram a imaginar um estado primitivo e rude hipotético da humanidade que consistia na simples produção de mercadorias. Isso não era para ser uma realidade histórica ou precisa, foi apenas um experimento mental para derivar a versão mais desenvolvida da teoria.

Nesse estado inicial, existem apenas autoprodutores na economia que têm posse de seus próprios materiais, ferramentas e equipamentos necessários para a produção. Não há distinções de classe entre capitalistas, trabalhadores e senhorio. Então, o conceito de capital como é conhecido hoje em dia ainda não tinha entrado em jogo.

Eles, então, pegaram o exemplo simplificado de um mundo de duas mercadorias: castores e veados. Se fosse mais produtivo produzir veados do que castores, haveria uma migração de pessoas para a produção de veados e para fora da produção de castores. A produção do primeiro aumentaria em espécie, o que faria com que as rendas caíssem — com um aumento simultâneo na renda dos castores, à medida em que menos pessoas escolhessem esse emprego.

Qual é a relação entre a Labor Theory Of Value e o Marxismo?

A LTV entrelaçou quase todos os aspectos da análise marxista. O trabalho econômico de Marx, por exemplo, era quase inteiramente baseado na tensão entre os proprietários capitalistas dos meios de produção e a força de trabalho da classe trabalhadora.

Marx foi, então, bastante atraído pela Labor Theory Of Value porque acreditava que o trabalho humano era a única característica comum compartilhada por todos os produtos e serviços trocados no mercado. Para ele, entretanto, não bastava que dois bens tivessem uma quantidade equivalente de trabalho. Ao invés disso, eles precisavam ter a mesma quantidade de trabalho socialmente necessário.

Seguindo essa linha de raciocínio, a LTV foi utilizada para lançar uma crítica contra os economistas clássicos do livre mercado. A questão levantada foi: se todos os bens e serviços em um sistema capitalista são vendidos a preços que refletem seu verdadeiro valor — e todos os valores são medidos em horas de trabalho — como os capitalistas podem desfrutar de lucros a menos que paguem aos trabalhadores menos que o valor real de seu trabalho? Foi com base nisso que Marx desenvolveu a teoria de exploração do capitalismo.

Quais são os problemas com a LTV?

A LTV leva a problemas um pouco óbvios — tanto na teoria quanto na prática. Em primeiro lugar, porque é claramente possível gastar uma grande quantidade de tempo de trabalho na produção de um bem que, por fim, tem pouco — ou nenhum — valor. O conceito de Marx de tempo de trabalho socialmente necessário foi uma tentativa de contornar esse problema.

Em segundo lugar, os bens que requerem a mesma quantidade de tempo de trabalho para serem produzidos geralmente contam com preços de mercado muito diferentes. De acordo com a Labor Theory Of Value, isso deveria ser impossível, mesmo que seja uma norma diária que pode ser facilmente observada.

Por último, os preços relativos observados dos bens podem flutuar muito ao longo do tempo — e isso acontece independentemente da quantidade de tempo de trabalho despendido na produção. Além disso, por muitas vezes esses itens não mantêm ou tendem a manter qualquer proporção estável ou preço natural.

Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo.100.000 investidores já fizeram isso!

Glossário de Finanças e Investimentos

Pesquise a(s) palavra(s) navegando pelo alfabeto abaixo