Última modificação em 4 de fevereiro de 2021

O que é o Lifelong Learning?

Lifelong Learning é o nome dado à filosofia de educação continuada que leva pessoas, especialmente aquelas inseridas no que se conhece como PEA (população economicamente ativa), a não interromper ou restringir o processo de aprendizado após se formar no ensino superior. 

Como você pode ter vivenciado, ou ao menos se lembrar das histórias contatadas por familiares mais velhos, já houve um tempo que após sair da faculdade, boa parte dos trabalhadores se considerava apto para largar os livros e se concentrar apenas no trabalho. Era a chamada educação linear. Como não era raro se passar décadas num mesmo emprego, podia até funcionar para a maioria. Contudo, também não era raro que, após uma demissão, muitos se viam inaptos para novas vagas.

Neste século, onde a rotatividade é bem maior e permanecer décadas em um mesmo emprego é que se tornou raridade, continuar estudando deixou de ser algo a se encarar apenas após ser demitido: passou a ser uma obrigação, inclusive para progredir dentro de uma empresa. 

Nesse cenário, o conceito de Lifelong Learning está bombando, levantando ainda outras questões. Para empresas, a educação continuada se tornou uma questão estratégica. Para pesquisadores, é um impulso para entender como adultos aprendem. Para empreendedores, especialmente nas chamadas edtechs, é uma oportunidade de usar tecnologia e inovação para lucrar com essa abrangente necessidade de mercado, que é a mão de obra qualificada.

Como o Lifelong Learning afeta colaboradores?

Sob a perspectiva dos colaboradores, o Lifelong Learning não é apenas uma exigência de mercado. Dentro do mundo em que vivemos hoje, quem consegue desenvolver habilidades requeridas (tanto soft skills quanto hard skills) tem vantagens salariais, maior probabilidade de cumprir o plano de carreira e até mudar completamente de área com certa facilidade, isso porque muitos conhecimentos podem ser adaptados e aplicados num novo segmento, virando até um diferencial daquele trabalhador.

Como o Lifelong Learning afeta negócios e o mercado como um todo?

Profissionais mais qualificados criam negócios mais efetivos, inovadores, estratégicos... Enfim, mais adaptados e também adaptáveis. Contudo, um problema comum em praticamente todo o mercado é a dificuldade em encontrar colaboradores capazes de assumir cargos mais elevados, onde o nível exigido, no que tange a conhecimentos e habilidades, é maior.

Uma solução encontrada por muitos negócios é capacitar aqueles que já estão em seus quadros de funcionários, já adequados à cultura organizacional e às exigências daquela companhia específica. Se sai de uma "espera" por profissionais hábeis e se toma a dianteira na formação desses profissionais "dentro de casa".

Para tanto, as empresas geralmente ou constroem programas próprios, a partir da contratação de edtechs, ou custeam a formação de seus empregados em programas de outras instituições de ensino, que oferecem cursos de qualificação de curto a longo prazo.

Termo do dia

Steven Cohen

Saiba quem é o investidor bilionário Steven Cohen que se destacou como gestor de fundos hedge.