Última modificação em 25 de maio de 2021

O que é Extranet?

Extranet é um termo muito utilizado na área de tecnologia para expressar o acesso autorizado que um dispositivo pode ter em uma rede de internet restrita, ao qual chamamos de intranet.

Para que você possa compreender melhor, precisaremos abordar alguns outros tópicos relevantes sobre o assunto, como o intranet citado acima, e a própria internet. Você verá que uma coisa tem relação direta com a outra.

Internet, Intranet e Extranet: como funcionam?

A internet é considerada a rede mundial de computadores. É baseada em um conjunto de protocolos de comunicação chamado de TCP (Protocolo de Controle de Transmissão) e IP (Protocolo de Internet).

O TCP/IP é formado por 4 camadas de redes, sendo elas: acesso, internet, transporte e aplicação. Cada uma dessas camadas possui dispositivos com finalidades especificas, que permitem o funcionamento da internet como a conhecemos hoje.

Na primeira camada (acesso) encontram-se os dispositivos básicos de conexão a rede, como DSL, Wi-Fi, Ethernet, entre outros. Na segunda camada (internet) encontram-se os dispositivos capazes de alertar o usuário quanto a falha na estraga de dados, como IP e ICMP.

Na terceira camada (transporte) estão o TCP e UDP, que garantem a integridade dos dados desde a sua origem até o seu destino, além da rapidez no processo de envio e recebimento. Na quarta e última camada (aplicação) encontram-se os dispositivos de acesso a web, transferência de arquivos, acesso remoto a computadores, acesso a e-mails, entre outros, como HTTP, FTP TELNET, SSH, SMTP, POP, IMAP, DNS, RTP, etc.

A internet é considerada uma rede de acesso público. Mesmo que um certo valor seja cobrado pela liberação do serviço, o usuário poderá acessar qualquer sistema e plataforma virtual que desejar.

A intranet, por sua vez, é considerada uma rede de acesso restrito. Também funciona com base nos protocolos de TCP/IP, mas o acesso não é público - muito pelo contrário, pertence apenas a alguma organização, empresa ou instituição específica.

Essa privatização garante a integridade do sistema, das informações e a segurança de muitas empresas - bem como de seus membros e clientes. Pense no Banco do Brasil, por exemplo: é possível acessar a sua plataforma digital através da internet, mas não é possível acessar dados particulares da instituição.

Por outro lado, a autorização do acesso a uma intranet por algum dispositivo que não faça parte da empresa, é o que chamamos de extranet. Ou seja, se algum funcionário obtiver permissão para acessar o sistema do Banco do Brasil de sua casa, pelo seu próprio computador, ele estará realizando um extranet.

Esse processo tem sido cada vez mais comum com o aumento dos casos de teletrabalho (home office). Além disso, o acesso externo também pode acontecer de uma intranet para outra, como de um banco para o outro, por exemplo.

Quando uma intranet é acessada sem autorização, acontece aquilo que conhecemos como hackeamento - espécie de ataque cibernético com objetivo de roubar informações para uso próprio e, normalmente, indevido. 

Um hacker que consiga acessar a intranet do Banco do Brasil, certamente terá a sua disposição informações sigilosas a respeito de contas bancárias, dados pessoais, poderá realizar transferência indevida de dinheiro e assim por diante, causando milhares de danos e prejuízos aos usurários da instituição financeira.

Portanto, só se considera extranet o acesso à intranet previamente autorizado, não se esqueça!

Termo do dia

Controle Definido

O que é controle definido? Controle definido é o nome dado a uma das maneiras de se organizar o quadro acionário de uma empresa, que se…