Estudo de Viabilidade Técnica e Econômica

Última modificação em 02 de Agosto de 2021 às 05:13

O que é Estudo de Viabilidade Técnica e Econômica?

O Estudo de Viabilidade Técnica e Econômica, ou EVTE, é uma ferramenta utilizada obrigatoriamente no planejamento de um novo negócio. 

Se você possui uma empresa sabe bem do que estamos falando, não é? Do contrário, se não é dono do próprio negócio mas espera chegar lá, já deve ter percebido que um ótimo planejamento é o primeiro passo para conquista desse sonho.

Ao começar um novo negócio, o empreendedor precisa lidar com uma série de questões técnicas, comerciais, econômicas e operacionais antes de colocar o projeto para funcionar. O Estudo de Viabilidade Técnica e Econômica possibilita a análise dessas questões e, consequentemente, é capaz de auxiliar em muitas tomadas de decisões.  

Imagine que você queira fazer uma viagem, é natural buscar por lugares seguros e econômicos, certo? Você se preocupa tanto com as condições da instalação, quanto com possíveis gastos envolvidos no transporte, alimentação, passeios, entre outros. 

O EVTE funciona de forma parecida! Como o próprio nome sugere, é divido em dois segmentos: técnico e econômico. Cada um deles aponta necessidades diferentes acerca da implantação de uma nova empresa. A seguir, falaremos sobre suas diferenças.

Como o Estudo de Viabilidade Técnica e Econômica funciona?

O Estudo de Viabilidade Técnica lida com a análise de elementos civis, legais, ambientais, geográficos e assim por diante. Ou seja, é a etapa voltada para a construção da sede da empresa propriamente dita.

Antes de dar início a obra, certas questões precisam de uma atenção especial, tais como as restrições do entorno, meios de acessibilidade, custos e despesas, condições do solo, restrições geográficas e ambientais, qual será o valor de mercado da construção, taxa de ocupação, obrigações legais, leis de utilização, código sanitário, enfim... Tudo que viabilize tecnicamente a conclusão do projeto.

O Estudo de Viabilidade Técnica deve reunir todas as variáveis acerca da construção, avaliando quais são os riscos e também o retorno financeiro que o empreendimento terá a médio e longo prazo. Aqui, a estrutura da empresa, as instalações, obrigações legais e ambientais são de extrema relevância. 

Apesar de obrigatório, esse estudo não deixa de ser uma ferramenta realmente útil. Através dele o empreendedor consegue prevenir acidentes e até lidar com possíveis imprevistos, uma vez que já terá todo o processo mapeado e definido. 

O Estudo de Viabilidade Econômica, por sua vez, é uma análise complementar as avaliações  descritas anteriormente, entretanto, com maior foco no processo interno da nova companhia. Deve ser aplicado antes da excussão do projeto ou, no máximo, simultaneamente ao estudo técnico.

Esse segundo estudo é responsável por interpretar as possibilidades de interferência da economia nacional e global no novo negócio a ser desenvolvido. Em outras palavras, ele nos diz se o cenário econômico é capaz de auxiliar ou até mesmo prejudicar a lucratividade do empreendimento.

De acordo com uma análise de mercado, o Estudo de Viabilidade Econômica determina a aplicabilidade do negócio e quais as projeções de crescimento dada a realidade econômica do país.

É possível que o IPCA influencie nos negócios, por exemplo? Ou que alta do dólar prejudique a comercialização do produto ou serviço desenvolvido? Questões do gênero são extremamente relevantes nessa etapa.

Portanto, o conjunto de ambos os segmentos dá origem ao Estudo de Viabilidade Técnica e Econômica como conhecemos. Ele é imprescindível para quem quer começar um novo negócio, abrir uma empresa ou executar qualquer tipo de projeto que demande um alto investimento.

Através do EVTE, o empreendedor não é surpreendido por fatores que não haviam sido estudados ou previstos anteriormente e, assim, não corre o risco de sair no prejuízo por executar um projeto sem ter planejado cada detalhe com antecedência e confiança.

Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo.100.000 investidores já fizeram isso!

Glossário de Finanças e Investimentos

Pesquise a(s) palavra(s) navegando pelo alfabeto abaixo