Elvira Nabiullina

Última modificação em 08 de Junho de 2021 às 10:53

Quem é Elvira Nabiullina?

Elvira Nabiullina é a atual economista chefe do Banco Central da Rússia.

Nascida em 1963 na capital da República do Bashkortostan, na Rússia, Elvira Sakhipzadovna Nabiullina é considerada uma das mulheres mais influentes a atuar no mercado financeiro. Filha de pais tártaros, seu pai trabalhava como motorista e sua mãe era gerente de fábrica.

Formou-se em economia pela Universidade Estadual de Moscou, em 1986. Apenas 5 anos mais tarde, passou a trabalhar na União de Ciência e Indústria da URSS e depois na União Russa de Industriais e Empresários.

O interesse pela política econômica do país foi ficando cada vez maior. Em 1994, Elvira Nabiullina deu início a sua atuação no Ministério de Desenvolvimento Econômico e Comércio, ao qual se tornou vice-ministra 3 anos depois.

Elvira foi nomeada ministra em 2007, ficando responsável por presidir o Centro de Desenvolvimento Estratégico.

Como Elvira Nabiullina conquistou notoriedade no mercado financeiro?

O envolvimento político de Elvira Nabiullina com o Ministério de Desenvolvimento Econômico e Comércio proporcionou diversos benefícios a Rússia ao longo do cargo como ministra. Não demorou muito para que seu desempenho chamasse a atenção da presidência.

Em 2012, Elvira foi nomeada conselheira de Vladimir Putin, atual presidente da Rússia. Pôde permanecer no cargo durante 12 meses, antes de ser eleita economista chefe do Banco Central da Rússia.  

Dessa forma, Elvira Nabiullina se tornou a primeira mulher russa a fazer parte do chamado G8 - países mais ricos e influentes do mundo: Estados Unidos, Japão, Alemanha, Canadá, França, Itália, Reino Unido e Rússia.

A economista soube administrar crises políticas e econômicas estando a frente do Banco Central da Rússia, além de aumentar as taxas de juros no país e manter a inflação abaixo do teto de gastos anteriormente proposto.

O reconhecimento positivo pela sua gestão foi exposto pela mídia diversas vezes. Em 2015, a revista Euromoney nomeou Elvira Nabiullina a governadora do ano, enquanto a revista The Banker daria a ela o título de Banco Central do ano em 2017.

Claro que a revista Forbes não poderia ficar de fora. Em 2019, reconheceu a economista como 53ª mulher mais poderosa do mundo!

BANCO CENTRAL DA RÚSSIA

O primeiro banco da Rússia era chamado de The State Bank. Suas diretrizes eram baseadas no State Commercial Bank, do imperador Alexandre II, com serviços voltados para a concessão de crédito a curto prazo para o comércio e indústria.

Em 1917, o The State Bank foi substituído pelo Banco Popular, que posteriormente deu lugar ao Banco Central da União Soviética, chamado de Gosbank.

O Banco Central da Rússia que conhecemos hoje só foi fundado em 1990, após as propriedades das instituições anteriores terem sido passadas para esse novo órgão. A partir de 1992, entraram para o mercado de câmbio com negociações de moedas estrangeiras.

Tornou-se, então, o principal órgão regulatório da política econômica russa. O banco passou a licenciar operações e estipular regras, além de emitir notas e organizar todos os mercados do país.

Metade de todo lucro do Banco Central da Rússia deve ser destinado ao orçamento federal do governo. O banco ainda faz parte do BIS - Banco de Compensações Internacionais.

Gustavo Loyola

Gustavo Loyola

Quem é Gustavo Loyola? Gustavo Loyola, sócio-diretor da empresa Tendências Consultoria Integrada, é doutor em economia pela Escola de Pós-Graduação em Economia da Fundação Getúlio ...

  CONTINUAR LENDO

Glossário de Finanças e Investimentos

Pesquise a(s) palavra(s) navegando pelo alfabeto abaixo