Última modificação em 24 de maio de 2021

O que são Dividend Kings?

Dividend Kings é uma categoria de empresas que têm registros extraordinariamente longos de aumentos dos seus dividendos anuais consecutivos. Os requisitos para admissão nesse grupo seleto são simples: é preciso ter um registro de aumento de valores anuais de pagamento de dividendos por, pelo menos, 50 anos consecutivos.

Uma empresa que atinge esse nível tem ganhos e fluxo de caixa suficientes para suportar os pagamentos crescentes. Todas essas décadas de aumento sinalizam que esses negócios são dinâmicos e que se adaptam sem maiores problemas às mudanças do mercado.

Quais são as vantagens de investir em uma companhia que faz parte dos Dividend Kings?

À princípio, o que chama a atenção para empresas públicas que pagam dividendos crescentes é a recompensa para os acionistas com retornos gerais e mais elevados durante um longo período e uma menor volatilidade em investimentos de longo prazo. Independentemente desses resultados, no entanto, investidores e profissionais da área costumam discordar sobre se as distribuições desses dividendos contribuem ou não para os retornos totais de longo prazo para a empresa.

Mais do que só fornecer uma receita de dividendos estável, os pagamentos desses dividendos crescentes a longo prazo, geralmente, indicam que a empresa é bem administrada. Além disso, que ela gera lucros suficientes para cobrir as suas distribuições de dividendos crescentes e as taxas de pagamento dos dividendos sustentáveis.

Sendo assim, uma das maiores vantagens sobre as Dividend Kings é que o menor índice de pagamento do grupo atual é de 28% e o maior chega a 80%. A média simples para essas empresas gira em torno de 54%. Isso indica que qualquer uma delas são potencialmente boas opções de investimento para gerar receita de dividendos durante longos períodos.

Como identificar bons investimentos em Dividend Kings?

O primeiro passo para identificar um bom investimento em Dividend Kings é ler muito mais sobre os negócios em questão. Depois, é preciso avaliar como as mudanças mundiais poderiam influenciar cada um deles e desafiá-los. Pense em como esses fatores podem tornar os próximos 50 anos desses setores ou empresas mais difíceis.

Depois disso, se a avaliação continuar sendo positiva em todos os cenários, é possível começar uma análise sobre as finanças dessas empresas. O objetivo é investir em negócios que disponham de altos retornos sobre o capital investido — no caso, mais de 10%. Além disso, uma boa dica é mirar em instituições que tenham oportunidades de crescimento para que consigam manter os lucros em movimentos sempre mais altos.

Muitos Dividend Kings têm essas características, o que pode tornar a avaliação um pouco mais desafiadora. Sendo assim, o melhor momento para investir é quando os preços das ações são atingidos por fatores que não impeçam o seu poder de ganho a um longo prazo. Pode ser que não aconteça com muita frequência, mas a espera vale a pena. Caso contrário, o preferível é pagar, no máximo, 20 vezes os ganhos pela maioria da empresa — proporção que é calculada ao dividir o preço de uma ação por seu lucro por ação.

Qual a diferença entre Dividend Kings e Dividend Aristocrats e como escolher o melhor?

A primeira diferença entre Dividend Kings e Dividend Aristocrats é o tempo de aumento de dividendos. No primeiro caso, é preciso ser mais de 50 anos e no segundo é necessário ter mais de 25 anos. Além disso, para ser considerada como parte dos Dividend Aristocrats, a empresa em questão precisa ser membro do S&P 500 Index e atender a alguns requisitos de liquidez e ter um determinado tamanho mínimo.

Dito isso, quando o investidor quiser buscar uma renda segura entre as duas opções, é preciso, antes de tudo, considerar ser um investidor de crescimentos de dividendos. Outro ponto importante é se familiarizar com a lista de Dividend Kings — que pode mudar a cada ano.

Também é bastante válido analisar as outras empresas que compartilham algumas características das Dividend Kings, mesmo que ainda não tenham alcançado os 50 anos consecutivos de aumento de dividendos. Isso porque, entre elas, estão algumas das que apresentarão melhor desempenho e fontes mais consistentes, se pensarmos nas próximas décadas.

Termo do dia

Controle Definido

O que é controle definido? Controle definido é o nome dado a uma das maneiras de se organizar o quadro acionário de uma empresa, que se…