termos

Construction Spending

Autor:Equipe Mais Retorno
Data de publicação:14/06/2021 às 03:19 - Atualizado 4 meses atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

O que é Construction Spending?

A expressão em inglês Construction Spending, em uma tradução livre, significa gasto com construção. No Brasil, o setor que lida com as construções em geral é denominado Construção Civil — que é responsável pela criação de estradas, pontes, viadutos, túneis, além de imóveis residenciais ou comerciais.

Basicamente, os gastos com construção tratam-se, portanto, de um indicador econômico utilizado para medir o valor dos gastos com novas construções. Ou seja, quando de dinheiro é aplicado em obras tanto do setor público (construção de vias, rodovias) e no privado (edificação de casas, prédios comerciais).

Como funcionam os gastos com construção?

Apesar de existirem variações referentes a preços praticados por varejistas, características regionais, momento econômico do país, entre outras, é possível ter uma boa noção dos custos necessários para a execução de uma obra, seja ela realizada pelo poder público ou por uma empresa particular.

Justamente para esse fim é que existe o SINAPI – Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil. Cabe a ele, portanto, a produção mensal de índices que mostram as alterações dos custos dos setores de habitação e de infraestrutura no que diz respeito a maquinários, equipamentos de segurança (EPIs), materiais e mão de obra.

Por meio de um trabalho de cooperação, a Caixa Econômica Federal (Caixa) e o Instituo Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) atuam na geração de dados do SINAPI. Em parceria, eles colhem, apuram e calculam esses dados. Tais informações são consideradas de extrema importância pelos especialistas da área, já que contribuem satisfatoriamente para uma melhor gestão dos investimentos feitos em construção.

Nesse sentido, é interessante também realizar consultas periódicas no site do Índice Nacional de Custos da Construção – INCC, da Fundação Getúlio Vargas, uma vez que esse índice faz um levantamento dos preços médios para a construção em sete das capitais mais importantes do país, a saber, Belo Horizonte, Brasília, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo.

Qual a participação do Governo no índice de Construction Spending?

Diferentes níveis governamentais trazem em sua lista de atribuições, dentre outras responsabilidades, a ingerência sobre as obras públicas. Nos níveis municipal e estadual, existem as secretarias de obras e infraestrutura urbana.

Já no caso do Governo Federal, este tem como gestor responsável pelo saneamento básico, habitação, mobilidade urbana e outros setores relacionados o Ministério do Desenvolvimento Regional.

Independentemente da esfera de poder, o ministro ou secretário designado é quem administra o indicador econômico de Construction Spending, com vistas a viabilizar o planejamento, a análise e a aprovação de projetos de obras públicas, bem como sua execução e fiscalização.

Como os gastos com construção interferem na economia?

Há estudos que mostram que a Construção Civil gera impactos significativos na produção, no emprego e, consequentemente, na renda das pessoas em geral. Dessa forma, esse setor se mostra diretamente ligado a outros segmentos, mantendo em plena atividade a engrenagem econômica do país, o que é fundamental para a saúde financeira de qualquer nação.

Para se ter uma real noção da importância da construção, basta verificar os dados de 2010, por exemplo, os quais apontam que, após o término da crise de 2008 e a retomada de investimentos sólidos na Construção Civil, o setor contribuiu para que o PIB nacional ultrapassasse a marca dos 3 bilhões de reais.

Portanto é evidente que um olhar mais atento ao Construction Spending é de suma importância na hora de realizar investimentos, tanto na infraestrutura quanto na habitação, e isso se aplica aos setores público e privado, sendo, portanto, do interesse do Governo Federal e do cidadão comum.

Sobre o autor
Equipe Mais RetornoA Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!
Nome Sujo (na praça)

Nome Sujo (na praça)

O que significa ter Nome Sujo na Praça? As pessoas que estão com o “nome sujo na praça” não são boas pagadoras e estão devendo nas...

  CONTINUAR LENDO