Última modificação em 24 de maio de 2021

O que é cartão co-branded?

O cartão co-branded, também conhecido como cartão de varejo, é um meio de pagamento que visa facilitar o acesso dos consumidores ao crédito de uma loja — ou de uma empresa — em específico. Para um negócio, oferecer o pagamento exclusivo por meio de um cartão pode contar como uma das melhores estratégias de fidelização e de geração de caixa.

De uma forma bastante simples, o cartão co-branded é um cartão de crédito feito em parceria entre uma instituição financeira e uma empresa, geralmente varejista. Um dos seus maiores benefícios é que ele pode ser utilizado em qualquer estabelecimento que aceite a bandeira do cartão e não somente na loja parceira.

Como o cartão co-branded funciona?

Um cartão co-branded funciona da mesma maneira que outros cartões de crédito e pode ser utilizado para as mesmas finalidades. A diferença é que ele apresenta imagens e, geralmente, oferece descontos especiais em itens ou oportunidades de reembolso para um tipo específico de compra ou experiência — na sua maioria ligados diretamente à marca parceira da instituição financeira responsável por ele.

Os relacionamentos de um cartão co-branded podem ser estruturados de diversas formas. Basicamente, para que um exemplar seja emitido, um varejista ou uma organização deve fazer uma parceria com um banco ou qualquer outra instituição desse ramo — geralmente, a que é adquirente do negócio, ou seja, a que já processa os pagamentos com cartão de crédito ou débito em seu nome.

Alguns cartões oferecem vantagens ao titular, como pontos ganhos que podem ser utilizados para compras adicionais na loja, descontos e até milhas para viagens de avião. Os varejistas, por sua vez, também ganham diversos incentivos para oferecê-los, como ganhar uma quantia para cada novo portador ou uma parte das taxas dos juros que o comprador pagará à operadora do cartão em questão.

Quais são alguns exemplos de cartão co-branded e a melhor maneira de utilizá-lo?

Um dos maiores segmentos do mercado de cartões co-branded envolvem as lojas, sejam elas online ou digitais. Na verdade, muitos gigantes varejistas e lojas de departamento oferecem seus próprios cartões. Alguns exemplos incluem Lojas Americanas, Submarino, Riachuelo e C&A.

O cartão co-branded é de fácil aquisição para o consumidor, muito por conta do baixo custo de manutenção e pelos benefícios nas compras em redes que são parceiras. O seu portador, porém, precisa controlar o seu uso de acordo com as suas necessidades.

Dito isso, não é recomendável fazer vários cartões co-branded de várias lojas diferentes. Isso porque essa atitude pode comprometer a capacidade de administração das faturas — e de todos os limites de crédito que ficarão disponíveis. O mais aconselhável é portar apenas um cartão para as compras na marca que o cliente mais utiliza para que, assim, seja possível aproveitar todas as vantagens e benefícios sem comprometer o orçamento.

Quais as diferenças entre o cartão co-branded e um cartão private label?

O cartão co-branded, na prática, é um dos tipos de cartão de crédito, assim como o cartão private label. Na segunda modalidade, porém, não é possível fazer compras em outros estabelecimentos que não sejam credenciados à loja da parceria. Dessa forma, o portador fica preso a uma rede de varejo apenas.

O private label nada mais é que um cartão privado. Como o próprio nome da modalidade sugere, é impossível utilizá-lo em outro local. Ele é bastante comum em farmácias, redes de supermercados e até concessionárias de carros. Já no cartão co-branded, por sua vez, existe uma bandeira inserida nele — como Visa, Mastercard, Elo ou qualquer outra — que permite que os usuários tenham maior poder de compra em outros estabelecimentos fora dessa parceria comercial, o que oferece maiores possibilidades.

Termo do dia

Ad Valorem

O que é Ad valorem? Ad Valorem é uma expressão latina, cujo significado literal é “conforme o valor”. Essa expressão é, em geral, usada no contexto…