Última modificação em 23 de março de 2021

O que é CAPEX/FCO?

O CAPEX/FCO é um tipo de indicador utilizado por empresas com objetivo de analisar quanto do fluxo de caixa está sendo investido em seus processos operacionais.

A sigla CAPEX deriva do inglês e é uma abreviação para Capital Expendure, que traduzido para o português significa "Investimentos em Ativos Imobilizados e Intangíveis". Ou seja, tudo que uma companhia tira do próprio caixa para investir em si mesma.

Quando falamos sobre "investir em si mesma", nos referimos aos recursos necessários para manter ou aumentar a capacidade operacional do negócio, como estrutura física do local, maquinários, expansão de unidade, matéria-prima e assim por diante.

É diferente de uma empresa que tira dinheiro do fluxo de caixa para investir em fundos DI, por exemplo. Por mais que também seja uma ação benéfica a si mesma, se trata de um outro contexto com finalidade diferente.

Através do CAPEX/FCO, a empresa consegue visualizar qual está sendo a porcentagem do investimento em si mesma, visto que tais dados são demonstrados periodicamente e influenciam nas análises dos gestores da companhia.

Vale esclarecer que o resultado de um CAPEX nunca é, necessariamente, bom ou ruim. Tudo depende do tipo de empresa que está sendo analisada, se é voltada mais para o crescimento ou mais para os dividendos.

Além disso, esse indicador nunca deve ser analisado de maneira isolada. Outros dados precisam ser observados, tais como o setor que a companhia opera, quais tem sido os resultados dos últimos meses, como ela está inserida no mercado, se atende oferta e demanda, se atende as exigências públicas e assim por diante.

Como o CAPEX/FCO funciona?

A sigla CAPEX/FCO significa, literalmente, CAPEX sobre o Fluxo de Caixa Operacional. Você já entendeu pra que serve, certo? Agora vamos explicar um pouco mais sobre a parte analítica do processo.

Se a empresa investe tudo do que gera de caixa, essa ação representa um alto nível de crescimento, considerado "agressivo" e bastante promissor. Mostra que ela está pegando todo seu lucro e reinvestindo em sua capacidade operacional.

Nesse caso, o CAPEX/FCO indicará um resultado de 100%. Acima disso, os gestores poderão entender que a empresa está investindo acima de suas condições e, provavelmente, se endividando para manter ou expandir os negócios.

Seguindo pela mesma linha de raciocínio, um resultado abaixo de 100% mostra um investimento mais moderado, onde nem todo o fluxo de caixa foi utilizada para uma mesma finalidade.

Além do CAPEX/FCO, existem outros indicadores?

Além do CAPEX/FCO, a empresa também pode contar com as demonstrações do CAPEX/D&A: comparação entre os investimentos e a depreciação e amortização de alguns recursos da empresa.

Esse segundo tipo de ferramenta serve para que os gestores saibam  que os ativos da empresa estão se desvalorizando periodicamente, e se o CAPEX tem acompanhado o mesmo ritmo, ou não. Caso os resultados estejam próximos, significa que a empresa está repondo praticamente tudo que o que está sendo depreciado.

Um bom exemplo é a frota de veículos de uma transportadora, que precisa passar por uma série de manutenções até o dia que não sirvam mais. Se o CAPEX/D&A apontar um investimento similar a depreciação, indicará que a empresa não está investindo em novos automóveis, mas apenas repondo e mantendo sua capacidade operacional.

O números que representam essa demonstração citada são definido entre quando esse 0,6 e 1. Com resultados acima disso os gestores poderão entender que a empresa está, além de respondo as depreciações, investindo em e colaborando para um alto nível de crescimento do negócio.

Vale esclarecer que todos os resultados são demostrados em porcentagem. A métrica citada acima serve como uma base para que a interpretação aconteça com maior facilidade.

Termo do dia

Perfil moderado

O que é o perfil moderado? Perfil moderado é o nome dado a um tipo específico de investidor, categorizado conforme a sua tolerância ao risco e…