termos

Bridge financing

Autor:Equipe Mais Retorno
Data de publicação:21/07/2021 às 06:37 - Atualizado 3 meses atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

O que é bridge financing?

Bridge financing é uma expressão utilizada no mercado financeiro para uma modalidade de empréstimo de curto prazo. Em tradução para o português, temos algo como "ponte de financiamento" — que explica muito pouco a dinâmica da operação.

Em resumo, esse tipo de empréstimo pode ser solicitado por uma empresa (ou mesmo uma Pessoa Física) quando esta se vê na necessidade de obter recursos para suas atividades, mas não tem um empréstimo de longo prazo disponível.

Ou seja, é um tipo de financiamento muito comum para emergências, resolvendo um problema financeiro até que outra solução mais atrativa apareça como disponível. É o caso, por exemplo, da necessidade de capital de giro, pagamento de contas não planejadas ou mesmo a garantia de custos de processos como a abertura de capital da companhia (IPO).

Como funciona o bridge financing?

Por ser um tipo de operação muito similar ao empréstimo, o bridge financing é promovido por instituições financeiras — em especial pelos bancos de investimentos. São essas empresas, afinal, as responsáveis por permitir a movimentação de capital.

No restante, o processo é similar ao empréstimo convencional, inclusive no que se refere às condições comerciais como prazo e cobrança de juros pelo período em que esse dinheiro estiver cedido à empresa solicitante.

Contudo, o bridge financing também possui algumas características bem exclusivas que o tornam diferente de outras operações de empréstimo. Em resumo, esses são os detalhes:

  • As operações são sempre de curto prazo (períodos mais longos deixam de pertencer ao bridge financing).
  • Em razão do maior risco desse tipo de operação financeira, as taxas de juros praticadas são caras.
  • A solicitação, por regra, é realizada quando há necessidade de capital. Não é comum que seja utilizado para projetos de longo prazo.

Equity bridge financing: como funciona essa modalidade?

Dentro desse tipo de financiamento, as instituições financeiras e as empresas solicitantes do empréstimo podem estabelecer algum tipo de acordo para o pagamento dos juros. Um deles é o que se chama de equity bridge financing.

Como os juros praticados nesse tipo de operação financeira costumam ser caros, uma alternativa para melhorar a relação de custo está em oferecer uma participação na empresa para a instituição financeira. Assim, ao invés do pagamento em espécie, o financiamento ocorre em um formato próximo a um investimento na companhia.

Essa é uma solução atrativa quando a instituição financeira enxerga potencial na empresa para a qual vai emprestar dinheiro. Isso porque, neste caso, há uma perspectiva de crescimento que pode rentabilizar o capital bem acima das taxas de juros. No entanto, exige maior análise na medida em que o risco é maior.

De qualquer forma, é um formato que pode ser vantajoso para as duas partes. De um lado, a empresa consegue financiar suas atividades sem comprometer seu fluxo de caixa. De outro, a instituição financeira, após mapear os riscos, pode ter um investimento interessante para rentabilizar seu capital.

Quais são as vantagens e os riscos do bridge financing?

A grande vantagem desse modelo de financiamento está na oferta de uma solução rápida para necessidades de capital. Nem todas as instituições financeiras, afinal, estão dispostas a assumir os riscos desse tipo de operação.

No entanto, existem também riscos que devem ser ponderados pelas empresas. O principal deles é o alto custo do financiamento. Se não for bem projetado, o bridge financing pode trazer impactos severos para o fluxo de caixa da companhia.

Por esse motivo, o uso dessa operação financeira não é recomendado com frequência, devendo ser utilizado apenas em situações estratégicas, onde a urgência pelo capital é realmente elevada para o futuro da companhia.

Sobre o autor
Equipe Mais RetornoA Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!