Borderô

Última modificação em 21 de Julho de 2021 às 03:28

O que é borderô?

Borderô é um documento, anteriormente apenas físico e, agora, também na versão digital, que organiza as contas a pagar ou a receber de uma empresa — tudo o que for referente a troca de bens e prestação de serviços.

O DETRAN (Departamento Estadual de Trânsito) de alguns estados, bem como empresas de tecnologia (Totvs, Bluesoft e Dataweb) são exemplos de organizações que utilizam borderôs.

Sabemos que todo método que ajude na organização financeira é bem-vindo e esse é o objetivo desse instrumento. 

Como se faz um borderô?

Bordereau vem de bordrel e bort, palavras de origem francesa que significam borda ou margem. Já que o documento se refere às contas de um dia, destinadas a uma mesma conta bancária, dá para entender porque a palavra remete à margem ou recorte, não é mesmo?

O uso dos borderôs gera benefícios operacionais à empresa, principalmente porque o recurso agrupa as contas sob os critérios de a pagar ou a receber em diversos formatos, como duplicatas, captações de cartão de crédito e boletos.

A maior aplicação prática deles ocorre nos sistemas de gestão empresarial. Dessa forma, além de fazer a cobrança, um sistema de emissão de borderô também funciona para tarefas como estas:

  • cadastro de clientes, produtos e fornecedores;
  • controle de contas a pagar, fluxo de caixa etc.;
  • emissão de boletos e notas fiscais;
  • controle de estoque;
  • contratos;
  • relatórios.

Tudo isso é rotina comum das empresas de roupas, acessórios, medicamentos, entre outros. As vendas precisam ser o mais automatizado possível para que o negócio mantenha o ritmo.

As etapas para a criação de um borderô, portanto, vão depender do sistema de gestão adotado — ERP (Enterprise Resource Planning). 

Além do borderô, que outras ferramentas são apropriadas para gestão financeira empresarial?

Quem dera se organizar as contas fosse o único desafio do empreendedor, não é? A verdade é que não tem como fugir, é necessário utilizar algumas ferramentas para ter um bom controle do negócio como um todo.

Veja alguns exemplos:

Conciliação bancária

Uma ferramenta de conciliação bancária compara os dados da empresa com as informações de movimentações bancárias, tais como entradas, saídas e saldos. 

Em outras palavras, é um pareamento ou alinhamento dos dados para evitar erros e outras dores de cabeça. 

Sistema de cobrança

Outro sistema muito útil no mercado de gestão financeira empresarial é o de cobrança. 

Não é fácil cobrar as pessoas, além do mais quando são clientes e fica o receio de perdê-los. Mas uma ferramenta de cobrança faz o processo automático, ajuda a reduzir as inadimplências e, claro, contribui com a organização das finanças.

Gerenciamento de notas fiscais

Normalmente, quando não há sistemas envolvidos, um funcionário faz a compra de algum produto interessante para a empresa, outro confere se o pagamento e o produto ou serviço estão corretos, um outro solicita a emissão da nota fiscal e, depois disso tudo, o empresário também deverá ficar ciente. 

Com um sistema de gerenciamento, o processo é feito uma única vez, de forma centralizada e mais eficiente para todos os envolvidos.

O que é um borderô para eventos?

Outro significado de borderô é bastante comum no setor de eventos, pois é um relatório sobre as transações financeiras realizadas que ocorreram no evento.

Assim, esse tipo de borderô tem uma finalidade mais estratégica, de análise. 

Os patrocinadores podem compreender melhor o rendimento e o que mudar para o próximo evento. Vale a pena incluir no borderô informações como estas:

  • método de venda dos ingressos;
  • gastos com infraestrutura;
  • vendas durante o evento;
  • prejuízos decorrentes de imprevistos.

Ou seja, o borderô para eventos não deixa de ser também uma ferramenta de gestão financeira. 

Glossário de Finanças e Investimentos

Pesquise a(s) palavra(s) navegando pelo alfabeto abaixo