B2E (Business to Employee)

Última modificação em 18 de Agosto de 2021 às 04:32

O que é B2E?

Se você gosta do mundo dos negócios, então provavelmente já viu uma sopa de letrinhas como códigos para explicar o relacionamento de uma cadeia produtiva. É o caso de B2B e B2C, por exemplo. Mas e o B2E? Faz ideia do que ele representa?

Pois bem, B2E é uma abreviação para Business to Employee. Em tradução livre para o português, ele representa uma relação de "empresa para funcionários" ou "empresa para colaboradores".

Agora ficou mais fácil de entender, concorda? O B2E, portanto, é uma abordagem de venda de uma empresa para os seus próprios colaboradores — algo muito similar ao B2C (Business to Consumer), mas com algumas diferenças que veremos na sequência.

Como funciona o B2E?

A abordagem do Business to Employee é relativamente simples de entender. O foco da empresa está em mostrar ao seu próprio colaborador que o produto (ou serviço) que ele ajuda a produzir pode ser interessante para consumo pessoal.

Assim como outras linhas de relacionamento comercial, o grande objetivo dessa abordagem é alcançar novas vendas, gerando entradas de capital que sejam interessantes dentro do resultado financeiro.

Para convencer um funcionário a comprar o produto da própria companhia, contudo, é necessário mais do que um bordão clichê como o "vista a camisa da empresa". Dessa forma, algumas estratégias são comuns. Veja alguns exemplos abaixo:

  • Oferta de promoções especiais com desconto para aquisição dos produtos e serviços;
  • Condições de compra flexíveis, com métodos de pagamento ou prazos melhores do que é oferecido ao público geral;
  • Comunicação interna da área de Recursos Humanos reforçando os benefícios de trabalhar na empresa.

Quais são os benefícios do B2E?

Tentar uma abordagem de venda para os próprios colaboradores pode trazer um cenário interessante para uma empresa. A começar pelo fato de que, por trabalhar internamente, o funcionário tem acesso a muitas informações da própria marca — algo que inclui qualidade ou mesmo processos de respeito ao meio ambiente.

Esse cenário, portanto, torna o colaborador como um potencial consumidor mais acessível do que alguém que nunca ouviu falar sobre a empresa ou sequer teve qualquer experiência anterior.

O relacionamento com o público interno é mais um benefício da abordagem B2E. Mostra, de certa forma, que a companhia tem interesse que o seu colaborador tenha maior acesso a um produto (ou serviço) que ele contribui na cadeia produtiva. Essa linha de oferta pode ajudar, inclusive, com índice de motivação e a redução de turnover.

Há ainda um benefício financeiro bem relevante: a redução do risco de crédito. Como os colaboradores estão na folha de pagamento da companhia, pode ser oferecido um meio de pagamento com desconto no salário. Esse cenário torna a chance de inadimplência bem reduzida.

Por fim, há ainda uma chance maior de que o próprio colaborador se torne um promotor da empresa. Isto é, defenda a companhia e a recomende para amigos e familiares, gerando um marketing de baixo custo para o negócio.

Quais as principais estratégias do B2E?

Além das vantagens apresentadas no tópico anterior, a venda para o próprio colaborador pode ser considerada como mais simples por meio de estratégias para a oferta de produtos e serviços.

A primeira delas está no uso de tecnologia interna. Assim como acontece com os clientes, as empresas possuem os seus colaboradores cadastrados em sistema. Esses dados permitem uma oferta personalizada.

Outra técnica bacana está na criação de uma estrutura que facilite o acesso físico aos produtos oferecidos. Uma forma de aplicar essa estratégia é ter, no piso térreo ou na copa do andar de trabalho, uma lojinha interna para os funcionários. Assim, eles estarão com alta frequência em contato com as ofertas.

Termo do dia

Direitos Creditórios

Direitos Creditórios

O que são Direitos Creditórios? Direitos Creditórios são direitos derivados dos créditos que uma empresa tem a receber, como cheques, duplicatas ou parcelas de cartão de...

Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo.100.000 investidores já fizeram isso!

Glossário de Finanças e Investimentos

Pesquise a(s) palavra(s) navegando pelo alfabeto abaixo