termos

B2B2C

Autor:Equipe Mais Retorno
Data de publicação:22/07/2021 às 05:26 - Atualizado 3 meses atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

O que é B2B2C?

Você sabe o que significa B2B2C? O código pode parecer confuso ou esconder uma difícil fórmula de química, mas é bem mais simples do que parece. Essa é uma expressão que resume a dinâmica de algumas empresas.

Nesse universo de siglas, cada algoritmo alfanumérico (letra ou número) representa algo. Abaixo está a descrição desses elementos:

  • B = Business (empresa)
  • C = Consumer (consumidor)
  • 2 = To (para)

Ou seja, B2B significa Business to Business, enquanto B2C significa Business to Consumer. É justamente o que prega o B2B2C, mesclando os dois conceitos em uma única cadeia produtiva.

Isto é, o modelo B2B2C nada mais é do que Business to Business to Consumer. Isto é, a descrição de que o processo inicia entre empresas para, somente depois, chegar ao consumidor final. Vamos entender melhor esse modelo de negócio.

Como funciona o B2B2C?

Em um processo B2B2C, há uma relação entre três partes no modelo de vendas. Em primeiro lugar está a empresa ou indústria responsável por produzir uma mercadoria.

Em um segundo momento, apesar do destino ser o consumidor final, há uma participação intermediária, responsável por receber essa mercadoria e disponibilizá-la ao consumidor final. É justamente o trabalho de uma empresa varejista.

Por fim, essa varejista intermediária fará a ponte entre a indústria que produziu o produto e o cliente final, que fará a compra da mercadoria. Esse é, em resumo, o fluxo básico do modelo B2B2C.

Onde é aplicado o modelo B2B2C?

Apesar de ser relativamente simples, o modelo de negócio B2B2C se notabilizou com o crescimento das vendas online. Muitas varejistas assumiram o papel de marketplaces para a indústria, atuando diretamente como intermediárias.

Um bom exemplo disso é verificado em empresas como Mercados Livre, Lojas Americanas ou Mercado Livre. As companhias varejistas possuem em seus respectivos sites inúmeros produtos, anunciados por outros vendedores ou pelas próprias empresas que produziram as mercadorias em questão.

No entanto, o cliente final não compra diretamente da indústria responsável pela produção daquele item, mas sim nas plataformas das empresas varejistas. É justamente assim que funciona na prática esse modelo B2B2C.

Quais são as vantagens do B2B2C?

Apesar de ser um conceito relativamente novo, o modelo B2B2C traz algumas vantagens bem atrativas para o mercado. A primeira delas está na escala de vendas.

Com o apoio de uma varejista, fica muito mais fácil acessar o cliente final. São, afinal, diversas companhias trabalhando para ajudar na divulgação e distribuição dos produtos. Podemos dizer, portanto, que fica até mais fácil de vender.

Para a varejista também existem vantagens. Uma delas é a possibilidade de oferecer a comercialização dos produtos sem precisar estocá-los. Caso a venda seja realizada, é a própria produtora quem pode fazer o envio da mercadoria. A logística se torna otimizada e há ainda uma participação nos lucros pelas negociações realizadas.

Há ainda um benefício adicional que é a exposição da marca. Ter os produtos em diferentes plataformas é uma espécie de marketing gratuito para as empresas envolvidas.

B2B2C vs. B2B: qual é a diferença?

Nesta discussão entre modelos de negócios, é importante deixar claro que há uma diferença fundamental entre o B2B e B2B2C. Não fosse assim, não haveria necessidade de separá-los.

O modelo B2B é de empresas que possuem como objetivo a venda para outras empresas. É o caso, por exemplo, de companhias de commodities. Elas vendem a matéria-prima e o processo se encerra nessa negociação.

Já quando falamos de B2B2C, o objetivo da produtora é vender para o cliente final, que será o consumidor. A inclusão de uma outra empresa (a varejista) nesse caminho é apenas uma ponte para esse objetivo — e não uma substituição dele.

Sobre o autor
Equipe Mais RetornoA Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!
Alfa de Jensen

Alfa de Jensen

O que é Alfa de Jensen? Alfa de Jensen, ou simplesmente Alfa, é uma medida utilizada para determinar qual foi o excedente sobre o resultado estimado...

  CONTINUAR LENDO
Mais termos relacionados: