Mercado Financeiro

A poupança é e sempre foi o método mais utilizado e mais conhecido pelos brasileiros quando o assunto é guardar dinheiro para o futuro. Os motivos são muitos: facilidade para investir, acessibilidade, liquidez, oferta do mercado, entre outros.

No entanto, isso não quer dizer que esta seja a melhor opção para o que você está buscando. Este produto é oferecido pelos bancos e oferece uma rentabilidade aos investidores. Mas será que é o suficiente?

Descubra no artigo de hoje quanto rende 25 mil na poupança e se realmente vale a pena fazer este investimento. Boa leitura!

O que é a Poupança?

Poupança é como se chama um modelo de conta bancária onde você aplica um dinheiro no intuito de receber uma rentabilidade. É também chamada de caderneta de poupança. 

A principal diferença entre esta e uma conta corrente normal, são as opções que você terá para transações. Diferentemente da conta comum, a conta poupança serve para reservar um dinheiro que você não terá o intuito de mexer nos próximos dias, meses ou anos.

Essa conta poderá ser tanto vinculada à sua conta corrente normal, ou criada à parte, no mesmo banco ou até mesmo em uma instituição financeira diferente. Por ser extremamente simples e prática, atrai muitos interessados até hoje.

Como funciona a Poupança?

A poupança funciona assim: todo dinheiro que você decide reservar nesta conta é como se fosse emprestado ao banco, que lhe devolve com juros. Como se os juros fossem um pagamento por você fazer este “empréstimo” à instituição.

A rentabilidade é fixa, e determinada pelo Banco Central que utiliza a Taxa Selic como base. Basicamente, funciona da seguinte forma:

Atualmente, a Taxa Selic está em 2,75% ao ano, o que faz com que a poupança tenha um rendimento de 1,92% anual. Essa rentabilidade é a mesma em todas as instituições. 

Possui o seguro do Fundo Garantidor de Crédito (FGC), que garante que seu dinheiro será devolvido conforme combinado. Isso faz desta opção um “investimento seguro”. 

Além disso, possui também liquidez diária, o que significa que você pode resgatar e sacar o seu dinheiro a qualquer momento. No entanto, um ponto muito importante de ser lembrado é quanto ao “aniversário da poupança”.

Aniversário da Poupança

O aniversário da poupança é o dia que o seu investimento completa 30 dias. Por exemplo, se você investiu no dia 05 de maio, o aniversário da sua poupança será dia 05 de junho e assim por diante, mensalmente.

Essa data faz referência ao recebimento dos juros. Isso porque, diferentemente de outras aplicações, a poupança só rende no aniversário. Então a taxa de juros mensal que você vai receber só vai aparecer nessa data determinada.

Isso é de fundamental importância pois, se você desejar sacar um valor, é recomendado esperar o aniversário, já que sacando antes dessa data você não receberá a rentabilidade determinada para aquele mês.

Quanto rende 25 mil na Poupança?

Como a Selic está atualmente em 3,5% ao ano, a poupança tem como rentabilidade hoje 2,45% ao ano. Tendo em vista estes valores, se você investir hoje 25 mil reais na poupança, você terá:

Parece pouco, certo? E é. De fato, esta é a taxa mais baixa dos últimos tempos. Ainda mais se você levar em consideração a inflação. Mas isso nós veremos no item seguinte. 

Por que não vale a pena investir na Poupança?

Mesmo não tendo uma rentabilidade atrativa, a poupança ainda é o investimento preferido da maioria dos brasileiros. O que acontece é que muita gente acha que a caderneta de poupança rende 0,5% ao mês, o que não é verdade.

Isso ocorre porque quando foi criada, lá no século XIX, a regra de rendimento era esta: 0,5% ao mês para todo investidor. No entanto, em 2012, as regras mudaram para o que conhecemos hoje e mencionamos acima.

Ou seja, como a taxa selic está em 2,75%a.a., a poupança hoje rende 70% disso, sendo assim, 1,92% a.a, uma média de 0,16% ao mês. 

Agora, por que não vale a pena investir em 1,92% ao ano, sendo que este é um investimento seguro? 

O motivo é muito simples: o índice IPCA, ou seja, a inflação dos últimos anos girou em torno dos 4% ao ano. Se a poupança rende 1.92% e a inflação tira de você 4%, então isso significa rentabilidade negativa.

Isso mesmo: você pode estar perdendo dinheiro. Enquanto você se esforça para receber uma rentabilidade mínima, os preços dos produtos que você costumava comprar sobem mais do que você recebe. 

E você acaba não conseguindo comprar as mesmas coisas que comprava, nem mesmo recebendo algum a mais. 

Qual a melhor forma de investir 25 mil reais?

A melhor maneira de investir 25 mil reais é através de uma carteira de investimentos diversificada. E isso não quer dizer que você tenha que optar por ativos de risco!

Você pode ter uma carteira diversificada somente em renda fixa, por exemplo. Optando por esta forma, você terá mais segurança, porém menor rentabilidade.

Agora, se você optar por uma carteira diversificada que inclui a renda variável, você estará optando por uma situação que poderá ser muito mais rentável, e manter seus investimentos em renda fixa para manter o equilíbrio entre risco x segurança. 

O que importa é diversificar: dessa forma, você diminui significativamente o risco de perder dinheiro através de investimentos mais arrojados.

Onde investir 25 mil reais?

Decidir onde investir os 25 mil reais vai depender de uma série de fatores, que vão desde o seu perfil de investidor até as oportunidades do mercado hoje.

O primeiro ponto é definir qual a sua aptidão ao risco. O quanto você está disposto a arriscar em busca de mais rentabilidade.

Isso lembrando, é claro, que através dos investimentos certos, você consegue reduzir o risco de investimentos arrojados, como o mercado de ações por exemplo.

Sabendo onde você está disposto a investir e qual o nível de risco que está disposto a encarar poderá criar uma carteira de investimentos diversificada buscando segurança e rentabilidade. 

Imagem do autor

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mercado Financeiro
Economia
Mercado Financeiro
Mercado Financeiro
Veja mais Ver mais