Outros

Atualmente, um dos menores rendimentos do mercado de investimentos é o da Poupança. A rentabilidade dessa aplicação cai a cada ano, mostrando sua perda em relação à inflação. Mas afinal, quanto rende 10 mil na Poupança?

O que é a Poupança?

A caderneta de Poupança é o investimento mais antigo do Brasil. Criada em 1861 por Dom Pedro II, a Poupança é um investimento de renda fixa, regulamentado pelo Banco Central.

O principal objetivo da Caderneta é poupar dinheiro. Além de investimento, a poupança é considerada uma conta, com movimentações limitadas. Nela, é possível fazer saques, transferências e tirar extratos. Mas é proibido receber salário na conta poupança.

A conta poupança pode ser aberta sem a comprovação de renda ou nome limpo junto aos órgãos de proteção.

Mesmo com baixa rentabilidade, a poupança ainda é considerada o principal investimento do país. A cada 10 brasileiros, 7 mantém dinheiro na caderneta. São quase 800 bilhões de reais depositados nela.

Modalidades da Poupança

Ao longo dos anos, a Poupança sofreu mudanças. Hoje, ela pode ser dividida entre poupança antiga e poupança nova.

A poupança antiga equivale a todos os depósitos feitos nela até 3 de maio de 2012. Nessa modalidade, a rentabilidade é sempre de 0,5% ao mês com acréscimo da Taxa Referencial – TR.

A poupança antiga não é influenciada pela Taxa Selic. Depois dessa data, o Banco Central criou novas regras para calcular a rentabilidade da poupança.

Nova Poupança

A nova poupança tem sua rentabilidade atrelada à Taxa Selic – Taxa básica de juros. Confira as regras:

  • Se a Selic estiver igual ou menor que 8,5% anualmente, a rentabilidade será de 70% da Selic + TR.
  • Quando a Selic está acima de 8,5% por ano, a rentabilidade é de 0,5% ao mês + TR. Mesma rentabilidade da antiga poupança.

A Taxa Selic é a taxa básica de juros, responsável por controlar a inflação e influenciar outras taxas de juros brasileiras. Atualmente, a Taxa Selic está em 3,5% ao ano. Mesmo com baixo rendimento, o brasileiro ainda investe na poupança pela segurança financeira.

Como funciona a poupança

Uma das principais características da poupança é que não há cobrança de tarifas nem taxas. Isso inclui taxas de manutenção, abertura, entre outras. Essas cobranças são consideradas ilegais pelo Banco Central.

Data de Aniversário da Poupança

Essa é a data de rendimento da aplicação. Por exemplo, se você fizer um aporte no dia 10 de maio, esse único investimento vai render mensalmente, e no dia 10 de cada mês, os rendimentos serão pagos.

Se a pessoa tiver 5 aplicações em dias diferentes, cada uma vai render mensalmente no dia de cada aplicação.

Resgate

A poupança tem liquidez diária, mesmo assim, o resgate só pode ser realizado na data de aniversário da aplicação ou após. Se feito antes, o investidor perde o rendimento mensal.

No caso de 5 aplicações em datas diferentes, o ideal para resgatar é esperar a data do último depósito.

Rendimentos da Poupança

Como visto, o rendimento atual da poupança é extremamente baixo e pode ser devastador para o patrimônio. Quando a inflação é descontada, a rentabilidade real é próxima de zero. Confira a rentabilidade da poupança nos últimos sete anos:

AnoRendimento Absoluto (%)Inflação (%)Rendimento real (%)
20158,1510,67-2,28
20168,36,291,89
20176,612,953,55
20184,623,750,84
20194,264,31-0,05
20202,114,52-2,3

Quanto rende 10 mil reais na Poupança?

Se você ganhou um dinheiro e quer saber quanto rende 10 mil reais na Poupança, a resposta é simples: não muito. A taxa Selic está baixa e os outros índices econômicos estão em queda. Dessa forma, a poupança se tornar cada vez menos atrativa. Nos últimos dois anos, a caderneta teve rentabilidade real negativa.

Muitas pessoas investem na poupança pela facilidade de acesso e poder de resgatar o dinheiro a qualquer momento, em caso de emergência.

A rentabilidade da poupança pode ser calculada no site do Banco Central Calculadora do Cidadão. Por exemplo, se você aplicou 10 mil reais no dia 18 de maio de 2020 e resgatou um ano depois, o valor corrigido, com rentabilidade real é de R$ 10.157,44. O rendimento real descontado a inflação foi de 1,57% Entre outras palavras, em 365 dias, seu dinheiro rendeu R$ 0,43 por dia. É um valor muito baixo, considerando outras possibilidades de investimento.

Vantagens da poupança

Diante disso, você deve estar se perguntando se investir na poupança tem vantagens. Conheça algumas delas:

Cobertura do FGC – o investimento da Poupança está coberto pela garantida do Fundo Garantidor de Crédito – FGC. Isso garante maior segurança para aplicação, pois investimentos até 250 mil reais por CPF estão garantidos pelo FGC.

Isenções de taxas – Não há cobranças de taxas de manutenção e abertura. Além disso, a Poupança está isenta de tarifas como IOF e Imposto de Renda.

Alta liquidez – Os resgates podem ser realizados a qualquer momento, por meio de transferência ou saque. Não há limitação por mês.

Poupança dos principais bancos

Para escolher onde investir seu dinheiro na poupança, confira algumas características das principais instituições financeiras do Brasil:

Poupança Banco do Brasil

  • Débito automático de conta;
  • Saque no exterior;
  • Cartão para movimentação;
  • Resgate automático da aplicação;
  • Exigência de comprovante de renda.

Poupança Bradesco

  • Valor mínimo de abertura – R$ 10,00;
  • 2 transferências mensais;
  • Cartão poupcard com dupla função;

Poupança Caixa

  • Somente para maiores de 18 anos;
  • Cartão para movimentação;
  • Movimentação máxima limitada a R$ 3 mil reais.

Poupança Itaú

  • Conta poupança conjunta;
  • Cartão de débito;
  • 2 extratos mensais;
  • 2 transferências mensais;
  • 2 saques mensais;
  • Exige comprovação de renda;
  • Poupança multidata.

Poupança Santander

  • Depósito programado;
  • Poupança para menores;
  • Multidatas;
  • Cartão de débito;
  • Campanha poupar para ganhar.

Poupança Sicoob

  • Poupança kids;
  • Cartão gratuito;
  • Livre movimentação;
  • Coberto pelo FGCoop – Fundo Garantidor do Cooperativismo de Crédito)
  • Concorrência à prêmios a cada 200 reais em depósito.

Poupança Sicredi

  • Poupança PJ;
  • Agentes credenciados;
  • Cartão poupança Sicredi;
  • Financia o crescimento local;
  • Teleatendimento.

Outros investimentos com melhor rentabilidade

Como visto, a rentabilidade da Poupança está muito baixa, levando o capital à desvalorização. Há outros investimentos de renda fixa que oferecem diversos benefícios como boa liquidez, boa rentabilidade, garantia do FGC, entre outros. Confira outras opções de investimento que são mais rentáveis do que a poupança, e tão simples e seguras quanto ela.

CDB – Um dos investimentos de renda fixa mais populares, os Certificados de Depósito Bancário são títulos privados, com garantia pelo FGC. Os papéis são corrigidos pelo CDI e IPCA. Em média, os CDBs rendem 30% a mais do que a poupança.

LCA/LCI – As letras de Crédito Agronegócio e Imobiliário também são títulos de renda fixa, cobertos pelo FGC. Seus papéis são atrelados à Selic, CDI e inflação. Apesar de ter isenção de imposto de renda, as letras de crédito têm liquidez menos elevada. As letras de crédito podem render até 40% mais que a caderneta.

Tesouro Direto – Títulos públicos com taxas pré e pós-fixadas. O Tesouro Direito é um dos investimentos de renda fixa mais seguros no Brasil. Sua rentabilidade é baseada na taxa Selic e no IPCA (índice da inflação). Para quem deseja investir a longo prazo, esse investimento é o ideal. Em geral, o Tesouro Direito rende 23% acima da poupança.

Como podemos ver, dentre os investimentos de renda fixa, a poupança é o que tem menor rendimento. Mas não se engane achando que os investimentos nela vão parar. Com toda sua tradição, a poupança ainda é considerada um investimento seguro por boa parte da população.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Veja mais Ver mais