Fundos de Investimentos

Você já se perguntou onde o seu fundo investe o seu capital? Essa é, aliás, uma crítica muito comum a esse produto no mercado financeiro: a falta de visibilidade para o cotista do que é feito com o próprio dinheiro.

Na prática, a maioria dos investidores precisa confiar na gestora do fundo para a tentativa de valorização do capital no longo prazo. No entanto, você tem sim como acompanhar as movimentações realizadas — ainda que com algum atraso.

Hoje, nós vamos te explicar como realizar esse processo e deixar uma dica muito bacana: é possível acompanhar facilmente a carteira do seu fundo com o uso de uma ferramenta que temos aqui na Mais Retorno.

Por que o fundo não compartilha os investimentos em tempo real?

Em primeiro lugar, é importante explicar que o fundo não omite os investimentos de uma forma a prejudicar o seu cotista. Isso acontece com o objetivo de proteger a sua estratégia.

Imagine se, a cada operação realizada, o gestor fosse obrigado a compartilhar com o mercado. As pessoas simplesmente copiaram a carteira ao invés de investir no produto, concorda? Dessa forma, não precisaria sequer lidar com as taxas do produto.

Além disso, ainda que não pareça em um primeiro momento, a ideia de preservar a informação do que está sendo feito por um período é uma forma de proteger o seu cotista. Isso vale especialmente para situações em que a gestão ainda está montando uma posição. Isto é, comprando um ativo.

Ao divulgar esse tipo de operação, o gestor poderia influenciar o mercado a comprá-lo também de forma que ele se valorizaria e, consequentemente, ficaria mais caro para novos aportes. De maneira mais objetiva: essa prática reduziria o potencial de ganho do cotista.

Portanto, a ideia de omitir os ativos não é uma forma de dificultar o acesso à informação por parte do cotista, mas sim preservar a estratégia definida para os investimentos.

Como posso saber onde meu fundo investe?

Se um fundo de investimentos não é obrigado a compartilhar a sua carteira em tempo real, isso não significa que você fique "cego" enquanto outros profissionais escolhem o que fazer com o seu dinheiro.

Para começar, vale reforçar que o fundo é obrigado a seguir o que consta no seu regulamento. Se você comprou cotas de renda fixa, por exemplo, não há qualquer risco de que o seu capital seja destinado ao mercado de ações. Há forte fiscalização da CVM (Comissão de Valores Mobiliários) para que as regras sejam cumpridas.

Além disso, as empresas gestoras dos produtos podem sim omitir alguns ativos por algum tempo, mas há obrigatoriedade periódica de que a carteira seja divulgada. O processo visa gerar transparência ao mercado financeiro sem prejudicar a alocação estratégica. Desta forma, na maior parte dos fundos, você consegue visualizar a carteira de investimentos em até 90 dias.

E como fazer isso? A primeira opção é o próprio site da CVM. No entanto, é um processo mais burocrático, exigindo o CNPJ do fundo e uma navegação menos intuitiva. Pensando em tornar essa tarefa mais simples, criamos por aqui a nossa própria visualização. Vamos aprender como conferir a carteira do seu fundo de investimentos de forma simples e objetiva?

Localizando o fundo na ferramenta da Mais Retorno

O primeiro passo para entender onde o seu fundo investe é encontrá-lo na nossa ferramenta. E isso é bem fácil. Tudo começa por achar o menu de "ferramentas" logo no topo do site. Veja abaixo onde ele estará, destacado com um retângulo vermelho.

Assim que posicionar o seu cursor nesse menu, o site vai abrir um menu suspenso com três grandes categorias. A que nos interessa é a primeira: "fundos de investimentos". Dentro dela, selecione a "comparação de fundos".

Ao clicar onde indicamos, o nosso site vai direcioná-lo para a ferramenta. Você pode acessá-la diretamente clicando aqui. Agora é só preencher com o nome do seu fundo para apresentarmos a lâmina completa dele.

Encontrando a carteira do meu fundo de investimentos

Para que a gente possa entender mais facilmente como visualizar onde o seu fundo investe, vamos conferir um exemplo real. Suponha que você queira ver a carteira do Forpus Ações FIC FIA, que se notabilizou durante a crise provocada pela pandemia da COVID-19 por uma queda abaixo dos seus pares.

Desta forma, tudo que você precisa fazer é digitar o nome do fundo. Veja abaixo que algumas opções são listadas. A que nos interessa é justamente a primeira, que apresenta o fundo de investimentos que estamos buscando.

Ao selecionar o seu fundo, você será enviado para a lâmina daquele produto. Após algumas informações básicas como razão social, CNPJ, benchmark ou a classe de ativos utilizada, você pode escolher o que deseja ver entre três opções: rentabilidade, carteira e indicadores gráficos. Clique em "carteira".

Pronto! Agora você já tem a carteira do Forpus Ações FIC FIA indicando que ele investe 98,29% do seu patrimônio em outros fundos de investimentos. Isso é normal na medida em que FIC significa "fundo de investimento em cotas".

Analisando o seu fundo de investimentos

Se você queria apenas confirmar se o fundo segue a alocação permitida em regulamento, a missão já foi cumprida. No entanto, é possível que tenha o interesse de visualizar os ativos. Neste caso, ainda na imagem anterior, clique no botão "visualize todos os ativos deste fundo".

Podemos confirmar que praticamente todo patrimônio é investido no fundo Master da Forpus: o Forpus Ações Master FIA. Ou seja, tudo normal com o fundo, pois ele foi criado para permitir justamente o acesso ao pequeno investidor do fundo principal da casa.

Isso, contudo, não satisfaz a nossa curiosidade: quais são as ações que o meu dinheiro está exposto. Como visualizá-los? É bem simples: basta clicar no Forpus Ações Master FIA e repetir todo processo.

Agora sim! Aqui está a carteira do Forpus Ações Master FIA, fundo no qual você investe indiretamente por meio do Forpus Ações FIC FIA. Observe que a última carteira disponível é de dezembro de 2020 e, portanto, ela não será igual às posições atuais do fundo. Contudo, permitem ter uma boa noção de quais os ativos que estão em carteira.

Na parte inferior da página, você tem uma tabela com a estratificação dos ativos. Podemos ver que as maiores posições de ações eram em Locaweb (LWSA3), JHSF (JHSF3), Ânima Educação (ANIM3) e Totvs (TOTS3).

Viu como é fácil acessar a carteira do seu fundo de investimentos?

A ideia da nossa ferramenta de fundos de investimentos é permitir que você, em poucos cliques, tenha um acesso muito próximo aos ativos nos quais o seu gestor investe o seu dinheiro. Assim, fica mais fácil acompanhar os investimentos e até mesmo verificar se a estratégia está de acordo com a sua expectativa.

Como adiantamos, esse processo também é possível por meio da CVM. No entanto, a plataforma da instituição é bem menos amigável para a navegação, de modo que será mais fácil usar a nossa ferramenta de fundos. Vale lembrar que ela é gratuita, portanto não há qualquer custo.

Reforçamos ainda que existe um atraso na divulgação das carteiras que pode durar até 90 dias. Esse procedimento é normal e permitido pela CVM, mas não se configura em um erro da ferramenta.

Agora é com você! Sinta-se convidado a buscar pelos seus fundos de investimentos e entender onde eles investem. E, caso tenha ficado com alguma dúvida, a área de comentários está logo abaixo para que possamos esclarecê-la.

Imagem do autor

Formado em Administração pela PUC-SP. Trabalhou em empresas do segmento financeiro (Itaú BBA) e varejo (BRMALLS) até 2016, quando iniciou a jornada de produção de conteúdo para a internet com foco em finanças.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Visualizar Comentários

Veja mais Ver mais