Empresa

O lucro líquido da Gerdau no segundo trimestre de 2021 deu um salto de 1.149% na comparação com o mesmo período de 2020, totalizando R$ 3,934 bilhões. Na comparação com o primeiro trimestre, o avanço foi de 59%, de acordo com dados divulgados em balanço aos acionistas na manhã desta quarta-feira, 4.

Foto: Reprodução
Gerdau obtém lucro líquido 1.149% maior no segundo trimestre deste ano - Foto: Reprodução

Na avaliação semestral, a empresa obteve um lucro líquido de R$ 6,405 bilhões, 1092% maior do que o montante obtido nos seis primeiros meses do ano anterior – R$ 537 milhões.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, amortização e depreciação) ajustado atingiu R$ 5,897 bilhões entre abril e junho deste ano, avanço de 348% ante a mesma base comparativa do ano anterior. Em relação ao trimestre imediatamente anterior, a alta foi de 37%.

A margem Ebtida subiu 15,8% no período sobre o segundo trimestre de 2020 – de 15,1%, na amostra anterior, para 30,8%.

Segundo a companhia, em balanço, os resultados do Ebtida ajustado e da margem Ebtida do período foram recordes históricos para um trimestre da empresa. “Estes resultados refletem o cenário de alta demanda no setor de aço, somado à capacidade das equipes em absorverem as oportunidades trazidas”.

Na comparação semestral, o Ebtida da mineradora contabilizou R$ 10.215 bilhões, aumento de 309% sobre o mesmo semestre do ano anterior – R$ 2,495 bilhões

Receita e vendas

A receita líquida ficou em R$ 19,130 bilhões no segundo trimestre de 2021, ante R$ 8,745 bilhões entre abril e junho de 2020 - alta de 119%. O avanço em relação ao primeiro trimestre, quando ficou em R$ 16,343 bilhões, foi de 17%.

Em relatório que acompanha os dados, a companhia diz que a receita líquida segue o crescimento dos volumes vendidos e a maior receita por tonelada vendida. O crescente aumento dos custos com matérias-primas ao longo dos últimos meses foi compensado pelo crescimento das receitas, de acordo com a Gerdau.

O custo de vendas da Gerdau no período aumentou 71% sobre o segundo trimestre de 2020 e 9% ante o trimestre diretamente anterior.

A empresa pontua que a elevação reflete diretamente o custo do aço, incluindo a elevação de 75% do volume de sucata consumida e o minério de ferro, que aumentou 197% na comparação anual. / com Agência Estado

Imagem do autor

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Visualizar Comentários

Veja mais Ver mais