Mercado Financeiro

O ano de 2021 se aproxima e, com ele, surgem as expectativas e dúvidas sobre onde investir para rentabilizar o patrimônio. Há algo, no entanto, que nunca muda: a capacidade e o poder dos juros compostos para multiplicar o seu capital ao longo do tempo.

Ainda há quem pense que investir é apenas para os ricos, o que não é verdade. Qualquer pessoa que consiga poupar uma parte dos seus ganhos mensais, ainda que com valores baixos, pode começar a investir para, futuramente, colher ótimos resultados. É o que vamos ver ao longo deste artigo.

Como funcionam os juros compostos?

No Mercado Financeiro, há quem defenda que os juros compostos são a oitava maravilha do mundo. E, sinceramente, não existe um erro nesse pensamento: é justamente essa ferramenta que vai possibilitar um ganho significativo do seu patrimônio, permitindo até mesmo que você mude de patamar e de padrão de vida no longo prazo.

Sabe quem mais ama os juros compostos? Os bancos. Isso mesmo: são essas instituições financeiras que ficam milionárias aplicando juros sobre juros. E, se as empresas cujo produto é justamente o capital adotam essa estratégia, por que motivo nós, enquanto investidores, não deveríamos olhar com bons olhos para ela?

Por outro lado, é preciso fazer um alerta: os juros compostos produzem resultados com o tempo e, geralmente, no longo prazo. Isso significa que, se você é uma pessoa mais ansiosa para ver o dinheiro crescer, precisará se controlar. A paciência, afinal, é um elemento chave na carreira de um investidor.

Para que tudo fique ainda mais claro, vamos pensar em um exemplo simples. Suponha que você tenha, hoje, o valor de R$10.000 e se organize para fazer um aporte mensal de R$100. Além disso, por meio de investimentos, vamos considerar uma rentabilidade média de 5% ao ano de maneira constante, o que não é nenhum absurdo usando de ativos de renda variável.

O que aconteceria com esse capital inicial de R$10.000?

Veja, portanto, como o reinvestimento e o uso de juros compostos seria capaz de multiplicar o seu capital neste período. Seriam mais de doze vezes em 30 anos e quase quarenta vezes em 50 anos. Esse é justamente o efeito dos juros compostos que, para os investidores mais pacientes, produz resultados incrível no longo prazo.

E isso que usamos uma rentabilidade média relativamente tranquila de obter. Ao conseguir um retorno anual de 7%, por exemplo, em 50 anos você teria R$816.553. E tudo isso apenas investindo periodicamente uma pequena parte do seu salário e deixando os juros compostos agirem sobre o patrimônio inicial.

Onde investir em 2021?

A estratégia dos juros compostos não fica obsoleta (e não será em 2021 que o cenário vai mudar). O que varia de ano para ano são as oportunidades de investimentos que, afinal, serão responsáveis por gerar a rentabilidade necessária para o crescimento patrimonial.

Para ajudá-lo com essa missão, separamos alguns ativos para a composição da sua carteira neste novo ano. Lembre-se: é importante diversificar para reduzir os riscos do portfólio e, desta forma, aumentar as chances de obter bons resultados para o crescimento patrimonial.

A renda fixa não acabou

Vivemos atualmente um cenário praticamente inédito no Brasil: a baixa taxa de juros. A Taxa Selic, principal referência no quesito, fechou 2020 em 2% ao ano. E o que isso significa em termos de investimentos?

Em primeiro lugar, que a renda fixa tradicional não é uma boa opção de investimento. Mesmo que você não seja um grande especialista no Mercado Financeiro e esteja começando a explorar os ativos, é bem viável superar essa rentabilidade com produtos da renda variável em 2021, ano que deve ser de recuperação da economia global.

No entanto, isso não significa que você deva fugir de qualquer investimento de renda fixa. Ela ainda cumpre um papel muito interessante para a sua reserva de emergência, como o Tesouro Selic ou CDB com liquidez diária. O retorno financeiro será baixo, mas esse recurso é válido como proteção para eventualidades.

Fluxo de caixa recorrente com FIIs

Um ativo que vinha crescendo em popularidade e deve retomar essa curva em 2021 são os fundos imobiliários. Eles permitem que você invista em um setor de imóveis de maneira mais acessível e, ao mesmo tempo, geram um fluxo de caixa interessante. Isso porque os gestores de FIIs precisam compartilhar 95% do seu lucro mensal com os cotistas.

Essa alternativa é excelente pensando na estratégia de juros compostos. Assim, mensalmente, você receberá rendimentos que podem ser reinvestidos, mantendo os aportes recorrentes que mencionamos anteriormente — e que possuem um potencial gigantesco de valorização no longo prazo.

Ademais, com a baixa taxa de juros, a rentabilidade desses rendimentos é cada vez mais atrativa. Muitos fundos imobiliários oferecem uma rentabilidade anual próxima a 6%, algo que supera com folga as taxas de juros previstas para 2021. E, para o perfil mais conservador, essa é uma oportunidade de iniciar na renda variável com uma volatilidade menor do que o mercado de ações.

Potencial de valorização com ações

Falando nas ações, elas podem ser muito atrativas no ano que se inicia em breve. Esse é, afinal, o mercado com maior potencial em termos de rentabilidade, especialmente ao selecionar bons ativos para a sua carteira. Assim como os FIIs, as ações tornam-se ainda mais atrativas em momentos de baixa nas taxas de juros.

Aqui, você pode trabalhar com duas estratégias principais. A primeira delas é de busca de dividendos. Neste caso, opte por empresas consolidadas, que tendem a oferecer um bom pagamento periódico aos seus acionistas. Setores como energia elétrica e bancos costumam se destacar no quesito — e com rentabilidade sobre o investimento bem acima de 2% ao ano, como temos na renda fixa.

Além disso, para perfis mais agressivos, há a oportunidade de investir em companhias em desenvolvimento. Aqui, há maior risco, mas também espaço para valorização do preço da ação. Assim, você pode lucrar caso identifique uma empresa com bom potencial de crescimento, algo que pode destravar o valor da organização ao longo do tempo, chamando atenção de outros investidores.

Aproveite o poder dos juros compostos em 2021

Como vimos ao longo do artigo, os juros compostos têm o poder de multiplicar o seu capital ao longo do tempo. Para esse objetivo, quanto antes você começar, melhor. E é por isso que fizemos este conteúdo, pensando em ajudá-lo a iniciar nos investimentos em 2021 ou, caso já possua esse hábito, manter os aportes periódicos.

Lembrando ainda, para finalizar, que a melhor maneira de tomar boas decisões no Mercado Financeiro é por meio do conhecimento. Assim, fica o convite para você explorar nossos cursos, como o Dominando Fundos Imobiliários ou Descomplicando a Bolsa de Valores, para investir melhor e com mais confiança em 2021.

Imagem do autor

Formado em Administração pela PUC-SP. Trabalhou em empresas do segmento financeiro (Itaú BBA) e varejo (BRMALLS) até 2016, quando iniciou a jornada de produção de conteúdo para a internet com foco em finanças.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


O que é securitização de uma dívida? Como funciona e para que serve?
Mercado Financeiro
Os 6 investidores mais lendários do Brasil
Mercado Financeiro
Dólar Comercial, Turismo, Paralelo e Ptax- Qual a diferença?
Finanças Pessoais
Como identificar a melhor empresa para investir
Mercado Financeiro