Empresa

Em balanço corporativo divulgado nesta terça-feira, o Goldman Sachs anunciou lucro líquido de US$ 5,49 bilhões no segundo trimestre de 2021, um avanço em relação aos US$ 373 milhões registrados em igual período de 2020.

O resultado equivale a um ganho por ação ajustado de US$ 15,02, bem acima dos US$ 0,53 no mesmo intervalo do ano passado e também da previsão de analistas consultados pela FactSet, de US$ 10,25. Os números impulsionaram o papel da empresa no mercado futuro de Nova York.

Goldman Sachs
Prédio do banco no Brasil | Foto: Reprodução Goldman Sachs

A receita do banco americano somou US$ 15,39 bilhões de abril a junho deste ano, alta de 16% em comparação com o mesmo intervalo de 2020. Nesse caso, a projeção apontava para US$ 12,31 bilhões.

O lucro líquido aplicável aos acionistas comuns ficou em US$ 5,35 bilhões, ante US$ 197 milhões no mesmo período do ano passado. A empresa revelou ainda que elevou o pagamento de dividendos trimestrais de US$ 1,25 por papel a US$ 2, o que representa um avanço de 60%.

"Nosso desempenho no segundo trimestre e receitas recordes no primeiro semestre do ano demonstram a força da nossa franquia de cliente e nosso progresso contínuo em nossas prioridades estratégicas", destacou o CEO da instituição bancária, David Solomon. / Agência Estado

Imagem do autor

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Empresa
Economia
Empresa
Empresa
Veja mais Ver mais