Renda Variável

No início de fevereiro, o Itaú divulgou seus resultados referentes ao quarto trimestre de 2020. O maior banco privado do país teve uma queda no lucro de aproximadamente 26%.

O Banco Itáu é um provedor de crédito importante para que as empresas brasileiras possam se expandir. O banco está presente em 18 países, oferecendo vários serviços e produtos financeiros para clientes, pessoas físicas e jurídicas, em território nacional e no exterior. Ao todo, são 55 milhões de clientes. 

Sobre o Itaú

O Banco Itaú tem valor de marca avaliado em R$ 33,5 bilhões, considerada a mais valiosa do país. Considerado o maior banco da América Latina, o valor de mercado do Itaú Unibanco é de aproximadamente 90 bilhões de reais. Confira outros dados sobre a empresa:

  • 95 mil funcionários no Brasil e no exterior
  • 241 acionistas diretos
  • 55 milhões de clientes
  • 4,5 mil agências e pontos de atendimento
  • 6 mil clientes institucionais
  • 46 mil caixas eletrônicos
  • 35 mil grupos empresariais atendidos
  • 1,7 trilhões de  Ativos totais aproximadamente
  • 7067,7 bilhões na carteira de crédito 
  • 7 milhões de acessos em canais digitais mensalmente
  • 7,3 bilhões em lucro líquido

História do Itaú

Pelo 16º ano consecutivo, o Itaú Unibanco é eleito a marca mais poderosa do Brasil. O banco é uma das maiores instituições financeiras do mundo e a maior da América Latina. 

O principal objetivo do Itaú é fornecer soluções completas de produtos e serviços financeiros. A instituição exerce liderança em vários segmentos como cartões, Private Bank e investimentos. 

Em 1924, foi fundado o Unibanco por João Moreira Salles, ainda como “Casa Moreira Salles”. Anos depois, se tornou Banco Unibanco, já dirigido por Walther Moreira Salles, que assumiu os negócios do pai ainda jovem e realizou vários acordos. 

Somente 20 anos depois, em 1943, o Itaú foi criado sob o nome de Banco Central de Crédito S.A. O banco foi fundado por Alfredo Egydio Souza Aranha. Anos depois, seu sobrinho, Olavo Setúbal, fundador da Deca, assume o controle do Itaú, realizando várias aquisições e fusões

Em 2008, Itaú e Unibanco se fundiram. A parceria foi a maior fusão da história brasileira. Essa fusão deu origem ao maior banco privado da América Latina e uma das 20 maiores instituições financeiras em todo o mundo com relação ao valor de mercado. 

As principais marcas do Itaú Unibanco são:

  • Itaú Empresas
  • Itaú Personnalité
  • Itaú BBA
  • Itaú Private Bank
  • Itaú Uniclass 
  • Itaucard
  • Credicard
  • Rede
  • Iti
  • Iupp

Atualmente, os principais acionistas do Banco Itaú são: Iupar – Itaú Unibanco Participações S.A, com 51,7% e Itaúsa – Investimentos Itaú S.A, com 39,2%. A instituição tem um tag along de 80%. Esse indicador se refere à capacidade da empresa de proteger os acionistas minoritários, no caso deles decidem deixar a sociedade por conta da troca de comando acionário ou venda da empresa. O indicador ajuda numa análise positiva da governança corporativa da empresa. 

Ações do Itaú

O Itaú possui dois tipos de ações: ITUB3 – ações ordinárias e ITUB4 – ações preferenciais. 

As ações ordinárias do Itaú dão direito a dividendos e diversos proventos, sem preferência para receber. Porém, elas dão direito a voto em assembleias da instituição. Com isso, elas se tornam especiais para investidores que desejam acompanhar os rumos da empresa. Para ter direito a voto, é preciso adquirir um alto volume de ações. 

As ações preferenciais dão prioridade no pagamento dos direitos como juros sobre capital próprio e dividendos. Além disso, em caso de falência, os acionistas com esse tipo de ação também têm o direito de receber      antecipadamente. 

Atualmente, as ações do Itaú – ITUB3 e ITUB4 – pagam dividendos de R$ 0,015 por ação/mês. Por exemplo, se um acionista tem 5 mil ações, ele vai receber por mês R$ 75,00. 

Em termos de liquidez, as ações preferenciais (ITUB4) possuem vantagens sobre as ações ordinárias (ITUB3). Os grandes investidores que têm ações ITUB3 e são capazes de interferir no destino da instituição, não vão ter a intenção de se desfazer tão cedo. Com isso, as ações ordinárias possuem menos liquidez que as preferenciais. 

Crise do Covid-19

Com a pandemia do Covid-19 e a instabilidade econômica em todo mundo, as ações do Itaú chegaram a custar um pouco mais de 20 reais, em abril de 2020. Diante da euforia do mercado, muitos investidores iniciantes venderam suas ações no desespero, representando uma ótima oportunidade para outros investidores que compraram ações do Itaú por um bom preço. 

Mesmo com juros baixos e a inflação sob controle, vários setores da economia em 2020 sofreram com uma recessão, em virtude da pandemia. Não é à toa que o lucro líquido do Itaú caiu tanto de um ano para o outro. 

No longo prazo, ações das grandes empresas como o Itaú acabam se recuperando. Tanto que as ações do Itaú fecharam o ano de 2020 em aproximadamente 32 reais. 

Onde são negociadas as ações do Itaú?

Mesmo com a crise econômica provocada pela pandemia do Covid-19, o Itaú permaneceu como uma das maiores instituições em todo o mundo. Além disso, conseguiu manter a mesma estrutura e base de clientes. 

Em março de 2020, quando praticamente o mundo inteiro entrou em lockdown, houve uma queda no valor das ações. Com isso, investidores institucionais adquiriram um alto volume de papéis, com recorde no mercado. 

As ações do Itaú são negociadas na Bovespa – principal bolsa de valores do Brasil. Porém, não é possível vender ou comprar ações da empresa sem o intermédio de uma corretora de valores. 

Como investir nas ações do Itaú

Para entrar no mercado, o primeiro passo é escolher uma corretora e abrir uma conta online, preenchendo um formulário e enviando cópias de documentos. Após a abertura da conta, basta transferir valores da sua conta bancária para a conta criada da corretora, para usar na compra de ações do Itaú (ITUB3 e ITUB4). Especialistas apontam que o ideal é comprar um lote de ações com no mínimo 100 ações ordinárias – ITUB3 ou 100 ações preferenciais – ITUB4. 

Muitos investidores pequenos e iniciantes preferem investir inicialmente nas ações preferenciais pela liquidez e outros motivos apresentados acima. Atualmente, as ações preferenciais – ITUB4 – do Itáu estão na casa dos R$ 27. O ideal seria depositar pelo menos R$ 2,8 mil para adquirir 100 ações preferenciais. Com isso, você evita o mercado fracionário, onde são negociados lotes quebrados e menos de 100 ações. 

É importante lembrar que seja na compra de ações ordinárias ou preferenciais do Itaú, há uma série de taxas e impostos envolvidos: ISS, taxa de corretagem, taxa de custódia, emolumentos etc. Para não ter seu resultado prejudicado, desenvolva uma estratégia eficiente, para que esses valores cobrados sejam diluídos no lucro. 

A partir desse momento que você adquiriu ações do Itaú (ITUB3, ITUB4), é fundamental acompanhar o mercado e aguardar a valorização ou desvalorização dos papéis. Se você investe a longo prazo, poderão acontecer quedas bruscas, que é uma oportunidade para adquirir mais ações. 

Resultados do Itaú no quarto trimestre de 2020

Em janeiro, o Itaú (ITUB3 e ITUB4) divulgou seus resultados referentes ao quarto trimestre de 2020, junto com diversas outras instituições financeiras como Santander e Bradesco. Esses resultados movimentaram o mercado mobiliário, uma vez que o setor financeiro é uma das preferências dos investidores, pois dão lucro, tradicionalmente. 

No entanto, mesmo com uma situação financeira sólida, o Itaú também sofreu com a crise causada pela pandemia do Covid-19, o que provocou quedas nos preços, atraindo mais ainda os investidores. 

Queda no lucro líquido

O Itaú apresentou o resultado de seu lucro líquido com queda de 26,2% em relação ao quarto trimestre de 2019. Em 2020, a instituição obteve um lucro líquido de 5,4 bilhões de reais, contra R$ 7,2 bilhões de 2019.

A composição do lucro líquido no quarto trimestre se dividiu da seguinte forma pelos segmentos de negócio do Banco Itaú :

Corporação + atividades com o mercado – 1,4 bilhão de reais

Banco de Varejo – 1,7 bilhão de reais

Banco de Atacado – 2,3 bilhão de reais

No ano, a queda foi maior ainda. Em 2020, o Itaú fechou com lucro líquido de R$ 18,5 bilhões, representando uma queda de 34,6% na comparação com o ano retrasado. Em 2019, o Itaú teve um lucro líquido de quase 25 bilhões de reais. 

Com o plano de vacinação em curso e a retomada da economia, o Itaú tem expectativa de impulsionar o segmento de pessoas físicas. A instituição deverá trabalhar produtos como cartão de crédito, tarifas e serviços voltados para pessoas físicas. 

Resultados financeiros

O índice de eficiência do Banco Itaú atingiu quase 50% no quarto trimestre      de 2020, com crescimento de 5,4% comparando com ano anterior. 

O índice de inadimplência da instituição acima de 90 dias foi de 2,3% no quarto trimestre de 2020, representando uma queda de 0,7% em comparação ao mesmo período de 2019.

O custo do crédito no banco alcançou R$ 6 bilhões no período, crescendo 3,8% comparando com o mesmo período de 2019.

As receitas de prestação de serviços totalizaram quase 10 bilhões no quarto trimestre de 2020, representando uma queda de 4,8% em comparação ao mesmo período do ano anterior. 

Já a margem financeira gerencial da instituição alcançou R$ 17,5 bilhões no período, com queda de 9,5% comparando com mesmo período de 2019.

As receitas de operações de capitalização, previdência e seguro atingiram R$ 1,7 bilhão, com retração de 14,7% em comparação ao quarto trimestre de 2019.

Por fim, as despesas com sinistros atingiram R$ 340 milhões no quarto trimestre de 2020, crescendo 3% comparando com o ano anterior. 

Vale a pena investir no Itáu?

Considerando os números do Itáu, a pandemia do Covid-19 e as condições da economia brasileira, muitos investidores se perguntam se vale a pena investir no Itaú?

Conforme visto acima, o Itaú totalizou um lucro líquido de R$ 5,4 bilhões no quarto trimestre de 2020, com retração de 26,1% em relação ao mesmo período do ano anterior. Embora o resultado não seja o esperado, o Itaú continua com bons fundamentos e, provavelmente, a recuperação econômica de 2021.

Curto ou longo prazo

Investir em ações do Itaú não é uma questão de sorte, capacidade mística ou previsões futurísticas. É preciso analisar as ferramentas corretamente e ter uma estratégia de investimento. Muitos especialistas apontam que a melhor opção é investir nas ações ordinárias ITUB3 e nas ações preferenciais ITUB4 no longo prazo. 

Em se tratando de mercado mobiliário, as ações ao longo prazo de instituições financeiras sempre apresentam valorização na bolsa de valores. Além disso, o mercado pode sofrer grandes quedas, como aconteceu em 2020 com a pandemia do Covid-19. Com isso, a melhor opção é apostar no longo prazo. 

No entanto, muitos analistas apontam que as ações preferenciais do Itaú precisam ser encaradas como um ativo de maior potencial no curto ou curtíssimo prazo, uma vez que esse tipo de ação sofre oscilações naturais de preço.

Hora de vender ou comprar

Antes de comprar as ações do Itaú (ITUB3 e ITUB4), o investidor precisa se questionar qual é a sua intenção: especular ou investir. Quando se pensa em investir a longo prazo, é importante aproveitar as quedas do preço como ocorreu em 2020. 

Esse pensamento também vale para a venda, se o investidor tiver a leitura que os preços vão cair ainda mais. Em razão do grande volume de negócios das ações da instituição que acontecem diariamente na Bolsa de Valores, é possível ter uma leitura clara. Dessa forma, a movimentação dos papéis fica ao alcance dos pequenos e médios traders e investidores. 

Se você vai comprar ou vender as ações do Itaú, você precisa ter uma metodologia que te permita entender o mercado e suas entrelinhas. 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Visualizar Comentários

Veja mais Ver mais