Economia

Déficit da balança comercial na 4ª semana de outubro é de US$ 371 milhões

Saldo comercial é positivo em US$ 1,8 bilhão no mês, e de US$ 58,4 bilhões no ano

Data de publicação:25/10/2021 às 07:38 - Atualizado um mês atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

A balança comercial brasileira registrou déficit comercial de US$ 371 milhões na quarta semana de outubro (18 a 24). De acordo com dados divulgados nesta segunda-feira, 25, pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério da Economia, o valor foi alcançado com exportações de US$ 4,815 bilhões e importações de US$ 5,186 bilhões.

Mesmo assim, em outubro, a balança comercial acumula saldo superavitário em US$ 1,793 bilhão até o dia 24, com exportações em US$ 17,274 bilhões e importações de US$ 15,481 bilhões. No acumulado do ano, o saldo comercial é superavitário em US$ 58,369 bilhões.

frete marítimo
Atracação de navios no Caís do Porto do Rio de Janeiro.

As exportações registraram aumento de 30,5% na média diária de outubro ante o mesmo período do ano passado, com crescimento US$ 36,19 milhões (25,9%) em Agropecuária; aumento de US$ 81,3 milhões (36,6%) em Indústria Extrativa e de US$ 151,51 milhões (29,4%) em produtos da Indústria de Transformação.

Já as importações subiram mais, puxadas pela compra de gás natural e petróleo. As compras do exterior subiram 55,8% no período, com crescimento de US$ 8,05 milhões (46,0%) em Agropecuária; alta de US$ 30,83 milhões (163,7%) em Indústria Extrativa e de US$ 315,25 milhões (51,0%) em produtos da Indústria de Transformação./Agência Estado

Sobre o autor
Mais Retorno
Mais RetornoA Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!