Logo Mais Retorno
Mercado de Beleza
Empresa

Conheça a Natura (NTCO3) e veja sua importância para o mercado

A Natura Cosméticos S.A. é uma empresa brasileira que atua com produtos de higiene e beleza e cosméticos. Se destaca pela atuação ambiental em todo o país.

Data de publicação:24/01/2023 às 16:39 -
Atualizado 6 dias atrás
Compartilhe:

A Natura Cosméticos S.A. é uma empresa brasileira que atua com produtos de higiene e beleza e cosméticos. Se destaca pela atuação ambiental ao priorizar o uso de matérias-primas naturais e promover diversos programas de comércio justo com cooperativas da região da Amazônia.

Natura&Co reporta lucro líquido de R$ 695,4 mi no 4º trimestre, alta de 292%

Além do Brasil, a marca conta com operações em países como Chile, Colômbia, Argentina, França, México, Estados Unidos e Peru. Conta com uma rede de mais de 1,7 milhões de consultoras, produtos em mais de 3 mil farmácias, 45 lojas próprias e a plataforma de vendas online.

Breve história da Natura

A criação da Natura se deu em 1969 depois de Antônio Luiz Seabra abrir uma loja e uma pequena fábrica na Vila Mariana, bairro de São Paulo. Em 1974, porém, a empresa deixou de oferecer seus produtos em lojas e passou a vendê-los no modelo de venda direta — por meio de consultoras.

A Natura foi uma das empresa pioneiras em ações em apoio à preservação ambiental. Ainda no ano de 1983, foi a primeira a introduzir refis no setor de cosméticos do Brasil. Em 2007, passou a fornecer produtos sem carbono aos seus consumidores por meio do Programa Carbono Neutro, destinado a reduzir e compensar as emissões de gases geradores do efeito estufa.

Em 2015, a empresa recebeu o prêmio internacional Champions of The Earth na categoria Visão Empreendedora. A honra foi concedida pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) como um reconhecimento ao compromisso da Natura em priorizar a sustentabilidade na estratégia de negócios.

No ano de 2016, adquiriu a Emeis Holdings Pty Ltd., dona da rede cosméticos australiana Aésop. Em 2017, realizou a compra da rede The Body Shop, da L’Oréal, o que aumentou significantemente a sua presença internacional.

Em 2019, anunciou a compra de parte da Avon por aproximadamente 3,7 bilhões de dólares. Depois dessa fusão, criou o grupo Natura & Co, formado pelas três marcas e a Aésop — formando, assim, o 4º maior grupo de beleza do mundo.

A atuação da Natura no mercado

A marca Natura conta com produtos em várias categorias. Entre elas, as mais populares são os desenvolvidos para o rosto, cabelo, perfumes e banho. O foco da empresa é usar produtos vegetais derivados da biodiversidade brasileira que sejam colhidos por meio de parcerias com comunidades locais.

A Natura tem tomado algumas medidas para diversificar seus pontos de venda e, assim, expandir — e explorar — novos mercados. A empresa passou de marca especializada em venda direta por meio de catálogos e consultoras à uma varejista de peso no mercado de cosméticos, alcançando o mercado internacional com lojas em países como Estados Unidos e França.

Somente no ano de 2017, a empresa investiu cerca de R$ 108 milhões em pesquisas e desenvolvimento de novos produtos, o que a consagrou como a empresa de cosméticos da América Latina que mais investe nessa área. Desde 2006 não realiza testes em animais e segue as mais rigorosas normas de segurança internacionais.

O impacto da Natura no mercado financeiro

Com a incorporação da Natura Cosméticos pela Natura & Co. Holding, o ticker de negociação da empresa na Bolsa de Valores, aberto em 2004, passou de NATU3 para NTCO3. Já no mercado fracionado, mudou de NATU3F para NTCO3F. Os ativos do grupo são negociados no Novo Mercado da B3, o nível mais alto de governança corporativo da bolsa.

A Natura conta com um free float acima de 25%, o que, na prática, não representa nenhum problema de liquidez nas negociações das ações para o acionista. Já o tag along é de 100%, o que indica que os acionistas minoritários estarão protegidos se os controladores da empresa resolverem vender as suas participações.

Esses dois indicadores ajudam na análise da governança corporativa da Natura, mas ao mesmo tempo não dizem respeito à capacidade de geração de caixa da empresa ou à sua rentabilidade de maneira geral.

É importante ressaltar que este conteúdo não se trata de uma indicação de investimento. Para que você saiba qual o melhor caminho seguir na sua trilha como investidor (a), clique aqui e acesse nosso teste de perfil GRATUITO. 

Sobre o autor
Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!

Inscreva-se em nossa newsletter