Empresa

Coca-Cola perde US$ 4 bi após gesto de Cristiano Ronaldo

O jogador disse que as pessoas deveriam beber água em vez do refrigerante

Data de publicação:15/06/2021 às 17:23 - Atualizado 7 meses atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

Durante a coletiva de imprensa que antecedeu a partida entre Portugal e Hungria, que aconteceu na véspera pela UEFA Euro 2020, a atitude do jogador Cristiano Ronaldo de afastar as garrafas de coca-cola de sua frente rendeu um prejuízo de cerca de US$ 4 bilhões para as ações da companhia, patrocinadora da competição, na bolsa de valores de Nova York.

Foto: Imgflip/Reprodução
Meme com o jogador Cristiano Ronaldo - Foto: Imgflip/Reprodução

Ronaldo tirou duas garrafas do refrigerante da mesa de entrevistas, dizendo às pessoas para beberem água. Segundo informações do jornal espanhol Marca, o valor das ações caíram 1,6% cerca de meia hora após o jogador português ter feito esse pedido.

As ações da empresa encerram em queda de 0,25%, e seu valor de mercado teve uma pequena recuperação, a US$ 238,9 bilhões e a perda contabilizada ao fim do dia foi de US$ 3,1 bilhões.

Conhecido por adotar um estilo de vida saudável, Cristiano Ronaldo defende a importância de uma alimentação pobre de açúcar e gorduras. Além disso, não faz propaganda de nenhuma marca de refrigerante.

Segundo informações da Reuters, a Coca-Cola se pronunciou sobre o ocorrido, alegando que "todos têm direito a preferências em bebidas" e que as pessoas tem "gostos e necessidades" diferentes

Sobre o autor
Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!
Mais sobre