Empresa

A companhia alemã de produtos químicos Basf informou, nesta quinta-feira, 29, que teve lucro líquido de 1,718 bilhão de euros (US$ 2,08 bilhões), ou 1,87 euros por ação no primeiro trimestre de 2021.

O resultado representa alta de 93% na comparação com igual período do ano anterior, quando foi reportado lucro líquido de 885 milhões de euros, ou 0,97 euros por ação.

Basf eleva seus lucros no primeiro trimestre de 2021 em mais de 90% - Foto: Basf/Divulgação

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) aumentou 31%, de 2,428 bilhões de euros para 3,176 bilhões de euros. Já o indicador que também exclui itens especiais foi de 3,181 bilhões de euros no trimestre, 23% acima dos 2,579 bilhões de euros registrados um ano antes.

A empresa comunicou, ainda, que o Ebit (receita operacional antes de itens especiais) aumentou 855 milhões de euros, para 2,3 bilhões de euros.

As vendas da companhia também subiram na ordem de 16%, de 16,753 bilhões de euros para 19,4 bilhões de euros nos primeiros três meses do ano.

Aumento de vendas

O conglomerado químico atribuiu os resultados ao crescimento no volume de vendas e aumento nos preços de seus produtos. Além disso, destaca os ganhos dos segmentos de Materiais e Produtos Químicos e o de Tecnologias de Superfície, que foi beneficiado pela recuperação da produção automotiva global.

Em comunicado enviado à imprensa e a investidores, a Basf informou que a Diretoria Executiva da empresa e o Conselho Fiscal vão propor na Assembleia Geral de Acionistas pagamento de dividendos de 3,30 euros por ação sobre o exercício de 2020, o mesmo valor pago em 2019.

Se a proposta for aprovada, cerca de 3 bilhões de euros serão pagos aos acionistas em 4 de maio.

As vendas no segmento de Produtos Químicos aumentaram 16%, para 2,7 bilhões de euros no trimestre, com a recuperação na demanda e crescimento significativo nos preços.

Em Materiais, as vendas cresceram 20%, para 3,4 bilhões de euros, enquanto em Soluções Industriais a receita ficou estável ante o primeiro trimestre do ano passado, a 2,1 bilhões de euros.

O segmento de Tecnologias de Superfície registrou alta de 37% nas vendas, para 5,9 bilhões de euros, e o setor de Nutrition & Care teve queda de 3% na receita, afetada principalmente pela variação cambial.

A Basf disse, ainda, que o segmento de Soluções para Agricultura teve alta de 1% nas vendas, para 2,8 bilhões de euros e o de Outros Produtos cresceu 12%, para 783 milhões de euros.

Para o ano fiscal de 2021, a companhia revisou para cima as suas projeções, com base na conjuntura de recuperação econômica global, apesar do aumento no número de casos de covid-19 pelo mundo.

Agora, a Basf espera que as vendas cresçam entre 68 bilhões de euros e 71 bilhões de euros. Já a estimativa para o Ebit, sem os itens especiais, é de que fique entre 5 bilhões e 5,8 bilhões de euros este ano. / com Agência Estado

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Veja mais Ver mais