Empresa

A empresa Bahia Mineração (Bamin) foi a vencedora do leilão do primeiro trecho da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol 1), realizado nesta quinta-feira, 8, na B3. Com um lance de R$ 32,730 milhões, a companhia foi a única a participar da disputa.

O grupo será responsável por concluir e operar os 537 quilômetros de ferrovia entre as cidades de Ilhéus e Caetité, na Bahia.

A concessão terá prazo de 35 anos e vai exigir investimentos de R$ 3,3 bilhões de investimentos, segundo a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) . Desse total, R$ 1,6 bilhão será usado para a conclusão das obras, que estão com 80% de execução. 

Bahia Mineração arremata ferrovia por R$ 32,7 mi em leilão sem ágio - Foto: Divulgação
Bahia Mineração leva ferrovia por R$ 32,7 mi em leilão sem ágio e com lance único - Foto: Envato

A expectativa do governo é que o trecho 1 (Ilhéus-Caetité) comece a operar em 2025 e transporte mais de 18 milhões de toneladas de carga, entre grãos e o minério de ferro produzido na região de Caetité.

Pelos estudos do governo, a expectativa é que esse volume mais que dobre em 10 anos, superando 50 milhões de toneladas em 2035.

A maior parte desse volume será de minério de ferro, mas também terá alimentos processados, cimento, combustíveis, soja em grão, farelo de soja, manufaturados, petroquímicos e outros minerais. 

O traçado da Fiol 1 atravessará as cidades de Ilhéus, Uruçuca, Aureliano Leal, Ubaitaba, Gongogi, Itagibá, Itagi, Jequié, Manoel Vitorino, Mirante, Tanhaçu, Aracatu, Brumado, Livramento de Nossa Senhora, Lagoa Real, Rio do Antônio e Ibiassucê, além da própria Caetité.

O governo também trabalha nos projetos para concessão dos outros dois trechos da ferrovia: a Fiol 2, entre Caetité (BA) e Barreiras (BA), com obras em andamento, e a Fiol 3, de Barreiras (BA) a Figueirópolis (TO), que aguarda licença de instalação por parte do Ibama .

O plano é ter um corredor de escoamento de 1.527 km de trilhos, ligando o porto de Ilhéus, no litoral baiano, ao município de Figueirópolis (TO), ponto em que a Fiol se conectará com a Ferrovia Norte-Sul e o restante do País. / com Agência Estado

Imagem do autor

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Empresa
Empresa
Empresa
Economia
Veja mais Ver mais