O que é QUANTATIVE EASING? Quais os impactos do QE na economia?

O que é QUANTATIVE EASING? Quais os impactos do QE na economia?

O que é QUANTATIVE EASING? Quais os impactos do QE na economia?

Você já ouviu falar nos Quantative Easing, também conhecidos como QE?

No vídeo de hoje Arthur Lula, nosso economista no Mais Retorno, explicou tudo sobre este termo e seu impacto no mundo dos investimentos.

No Brasil isso seria chamado de relaxamento quantitativo, mas vamos utilizar as siglas QE para tratar deste termo.

Essas duas letrinhas têm influenciado muito os mercados financeiros do mundo todo desde pelo menos 2008.

Após a crise financeira de 2008 o mundo se viu em uma situação extremamente difícil, com recessão, aumento do desemprego e o perigo da deflação rodando à porta de todos os países desenvolvidos.

O grande problema é que a situação fiscal dos países também não era lá essas coisas, mas obviamente algo tinha que ser feito.

Foi então que olhando experiências já testadas pelo Japão no começo do século, o Federal Reserve (Banco Central Americano) resolveu utilizar o que foi chamado depois de Política Monetária Não-Convencional.

Isso acontece em situações em que a taxa de juros básica daquela economia já está muito baixa, por vezes próximas de zero (hoje não tão mais difícil de imaginar), o que dificulta o estímulo da economia por esse instrumento convencional.

  • QE o Banco Central compra títulos da dívida do governo (e às vezes privados);
  • injetando liquidez ($) na economia
  • e pressionando a taxa de juro de mercado para baixo.

A consequência disso é um aumento de dinheiro circulando na economia, além, claro, desses ativos irem para o balanço do Banco Central, que pode negociá-los depois.

Essa medida, além de reduzir os juros pagos pelo governo, também afeta a taxa dos demais instrumentos do mercado, inclusive no mercado de crédito, ajudando a estimular a economia.

Essa política foi usada à exaustão pelo Banco Central Americano (Fed), Banco Central Europeu (ECB), o Banco da Inglaterra (BoE) e o Banco do Japão (BoJ).

E seus impactos são:

  • Aumento de crédito
  • Aumento da inflação
  • Queda da taxa de juros

Para saber ainda mais sobre o QE, acesse nosso texto completo, aqui.

E aí, gostou? Quer saber mais alguma coisa sobre o QE? Conta aqui nos comentários!

Ainda com dúvidas? Nos mande um e-mail [email protected]

Descomplicando a Bolsa de Valores

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *