Open Nav Logo Mais Retorno

Yield Curve

O que é yield curve?

O yield curve, também conhecido como curva a termo e curva da taxa de juros, é uma função matemática cujo objetivo central é relacionar a taxa de juros de um investimento (o custo do empréstimo) com o seu tempo de maturação.

É utilizado em todos os tipos de aplicação, com juros à vista ou juros a termo.


Como o yield curve funciona?

Como você já sabe, o yield é o retorno que se recebe a partir de um investimento feito.

A lógica do rendimento é que ninguém, em sã consciência, emprestaria o seu dinheiro a outra pessoa sem garantias de que o receberia de volta.

Mas, mais do que garantia, é preciso haver um argumento que o incentive a conceder o capital.

Pensando nisso, o argumento encontrado dentro das relações econômicas foi a promessa de se devolver, além do dinheiro emprestado, uma quantia adicional como reparação.

O saldo extra, então, serviria para compensar o tempo em que o capital não estivesse disponível para o seu verdadeiro dono.

Consequentemente, quanto maior for o tempo de empréstimo, maior é a compensação cobrada. E é justamente essa relação que o yield curve expressa - isto é, como o rendimento obtido cresce de acordo com o prazo.

O yield curve geralmente é construído na forma de gráfico.

Aqui, a função Y congrega as taxas de juros e a função X, o tempo de maturação.

A curva é construída de modo a mostrar a evolução do rendimento, que costuma apresentar grandes impulsos nos primeiros anos e crescer de forma estável quando o investimento chega na casa das décadas.

Quais são os tipos existentes de yield curve?

Mais do que o tempo e o risco, existem outros fatores que influenciam o desempenho de um investimento em relação ao seu yield curve.

Afinal, não é possível compor um único gráfico que sirva para todos os ativos do mundo ou, ainda, que imponha uma única taxa de avanço da curva a todo o sistema econômico.

Além disso, cada instituição empresta dinheiro a taxas diferentes, a depender da moeda corrente, da sua credibilidade e da oferta e da demanda.

Por exemplo, a curva relativa às obrigações emitidas pelo governo são chamadas de government curve (ou curva governamental, em tradução livre).

Por outro lado, as curvas ligadas aos títulos emitidos por empresas e bancos são chamadas, respectivamente, de corporate yield curve (curva corporativa) e bank yield curve (curva bancária).

Para que serve o yield curve?

O yield curve, a nível individual de cada instituição e seus títulos, é uma excelente ferramenta comparativa, de modo que permite acompanhar a evolução do rendimento em diversas frentes.

Como o yield curve de cada tipo é diferente, rendendo mais ou menos em um mesmo período de tempo a depender do emissor, ele pode auxiliar o investidor em sua escolha de investimento.

A nível macroeconômico, fornece ainda dados que permitem mensurar a expectativa de inflação e crescimento do PIB (Produto Interno Bruto).

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão