O que é Ticker?

O Ticker é o código utilizado para a negociação e consulta de um ativo negociado em bolsa de valores, geralmente representando uma abreviação do nome desse ativo.

Usando essa abreviação, o investidor consegue encontrar o ativo na plataforma que utiliza para o negociar na bolsa. É dessa forma que é possível acompanhar a evolução dos seus preços e, claro, fazer as operações desejadas com ele.

Descomplicando a Bolsa de Valores

Como funciona o Ticker?

O ticker é um código de referência que vai ter regras próprias para cada bolsa de valores, com diversas variações de acordo com onde ele for negociado.

As ações da Petrobras, por exemplo, são negociadas no Brasil com o ticker "PETR3" e "PETR4" pela B3. No entanto, nos EUA, as ADRs (que representam ações da Petrobras no exterior) são negociadas com o ticker de "PBR" pela NYSE.

Aqui no Brasil, geralmente esse código vai ser representado por uma quantidade fixa de letras, seguidas de um número que vai qualificar cada ativo.

Por meio do ticker do ativo, é possível realizar consultas nas plataformas de investimentos das corretoras e encontrar uma série de dados relevantes, como:

Esses dados podem guiar o investidor em suas decisões e são especialmente importantes para quem é focado em operações de curto prazo.

É importante destacar que, graças à tecnologia, hoje as informações encontradas por meio do ticker de uma ação são extremamente confiáveis, pois são atualizadas em tempo real. 

Antes dos computadores com internet chegarem a praticamente todas as residências, os investidores tinham que negociar os ativos por meio do telefone. Isso significa que, quando um investidor finalmente conseguia fazer a compra, o preço do ativo já podia estar diferente do que ele havia pesquisado.

Composição dos Tickers

Os tickers vão ter diferentes formatos ao redor do mundo e mesmo no Brasil, dependendo de qual mercado ou bolsa ele for utilizado. Para simplificar a compreensão desses códigos por aqui, veja a seguir alguns detalhes:

Ações e Mercado à vista

Como visto, no Brasil o ticker das ações é composto por quatro letras e um número.

As letras que fazem parte do ticker fazem menção ao ativo: PETR é Petrobras, VALE representa a Vale (antiga Vale do Rio Doce), RNGO é referente ao fundo imobiliário Rio Negro, e assim por diante.

E quanto aos números? A diferença que eles marcam entre os ativos é sutil. Vamos apresentar um por um, para que você entenda qual é essa diferença.

Além dessas formatações do mercado à vista, existe ainda um formato específico para o mercado de derivativos, tanto para as opções como para o mercado futuro.

Opções

Nas opções, o ticker vai ser formado por 4 letras que representam a ação, seguido de uma quinta letra que representa o mês de vencimento da opção e um código que vai indicar outros detalhes dessa opção como o strike e o tipo dela (americana ou européia). Exemplo: PETRF16 representa uma opção de Petrobras (PETR), de compra com vencimento em junho (F), com strike de 25,98 do tipo Européia (16).

Veja que o número "16" não diz muito sobre essa opção, por isso nesse mercado é importante sempre consultar no site da B3 a que se refere cada ativo de acordo com o seu ticker.

Mercado Futuro

O mercado futuro é mais simples que as opções: o ticker é formado por apenas 3 letras que representam o ativo de referência, uma quarta letra que indica o mês de vencimento desse contrato e um número que indica o ano de vencimento.

Exemplo: ICFU19 representa contratos de Café (ICF), com vencimento em setembro (U), no ano de 2019 (19).

Termo do dia

Custo de captação

O que é Custo de Captação Custo de Captação é o custo que uma empresa, uma instituição financeira ou até mesmo uma pessoa tem para captar recursos que…