O que é taxa de administração máxima?

A taxa de administração máxima é um dos custos que um investidor pode encontrar ao escolher investir em um fundo de investimentos. Apesar de ser algo importante, ela não é tão conhecida ou popular.

Ao contrário do que pode parecer, essa não é a taxa de administração padrão de um fundo, isto é, a taxa cobrada pelo gestor para prestar o serviço de gerenciamento do seu capital. Essa sim, juntamente com a taxa de performance, é bastante conhecida e comentada.

Mas, afinal, então o que seria essa taxa de administração máxima? Para entendê-la, precisamos abordar um pouco melhor sobre a forma de atuação do gestor.

Como funciona a taxa de administração máxima?

Quando você escolhe um fundo de investimentos está, em outras palavras, terceirizando a tomada de decisão de investimento para um gestor e uma equipe especializada. Até aqui, imaginamos, nenhuma novidade.

Para fazer o seu capital render, o gestor deve aplicá-lo em ativos relacionados ao formato de atuação, sempre respeitando o mandato do fundo. Aqui estamos falando de ações, de títulos públicos, títulos privados, dólar e até mesmo em outros fundos de investimentos.

Neste último caso, há um pequeno problema: os outros fundos também possuem suas taxas de administração como forma de remunerar o trabalho do gestor. E, quando o seu fundo realiza um aporte em outro fundo de investimentos, ele também precisará pagar essa taxa.

Ou seja, na prática, o seu investimento pode estar exposto a maiores cobranças do que apenas a taxa de administração cobrada pelo fundo de investimentos escolhido por você. 

É neste ponto que entra a taxa de administração máxima. Ela informa ao investidor qual será o máximo que será cobrado em taxas sobre o capital investido, incluindo também aportes em outros fundos de investimentos.

Qual é a importância da taxa de administração máxima?

A principal finalidade da taxa de administração máxima está em oferecer ao investidor a transparência necessária para entender todos os custos envolvidos no seu investimento.

Isso é importante porque, quanto mais taxas envolvidas, maior o custo de capital da operação financeira. Assim, ao observar esse valor cobrado, você tem a oportunidade de entender qual é o máximo de exposição às taxas de administração o seu capital pode sofrer.

Em outras palavras, a taxa de administração máxima representa o maior custo que o investidor pode pagar nessas operações. O gestor, portanto, não poderá acumular custos superiores ao determinado por essa taxa de administração máxima.

Importante mencionar que, embora ela exista, não significa que o investidor precisará pagá-la. Esse é um valor limite, cabendo ao gestor definir se utilizará ao máximo ou não.

Vale a pena investir em um fundo com taxa de administração máxima?

É bem comum, especialmente entre investidores iniciantes, que as taxas sejam vistas como um inimigo. Não deveria ser assim: essa é a forma de remunerar um profissional especializado pelo serviço de buscar rentabilidade para o seu capital.

A taxa de administração máxima segue a mesma lógica, mas ampliando o controle dos custos envolvidos nas operações financeiras. Assim, você já sabe o máximo que poderá ter de desconto sobre os ganhos obtidos com o investimento.

Uma boa forma de avaliar a taxa de administração máxima é compará-la com a própria taxa de administração do fundo. Se ela é muito maior, talvez indique um excesso de taxas que você não vai querer.

Outra forma de ponderar se vale a pena ou não investir nesse fundo de investimentos é realizar uma clássica comparação com outros ativos da mesma categoria. Assim, entendendo como é o formato médio de cobrança, fica mais fácil definir se o seu fundo é atrativo ou cobra taxas acima do mercado.

Como Investir nos Melhores Fundos

Termo do dia

Patrimônio Líquido

O que é Patrimônio Líquido? O Patrimônio Líquido é mais um grupo que faz parte do Balancete e do Balanço Patrimonial das empresas. Esse grupo, em…

Veja outros termos