Última modificação em 9 de novembro de 2020

O que é preço de exercício?

Preço de exercício, também chamado de strike, é o valor previsto em contrato no ato da compra ou venda de opções, que são contratos derivados de ativos (derivativos). Em outras palavras, esses investimentos dão ao seu titular o direito de comprar ou vender ativos por um valor predeterminado (preço de exercício) para uma data futura.

Quando alguém compra uma opção, essa pessoa obtém o direito de comprar uma ação no futuro, e não a obrigação de comprá-la. Da mesma forma, quem vende uma opção não tem a obrigação de vendê-la no futuro, apenas o direito. Funciona de forma similar aos seguros, afinal, opções são ações muito úteis aos investidores para evitar perdas.

Lançador é o nome que damos para quem vende a opção e, titular, é o indivíduo que a compra. O valor comercializado entre os dois é o prêmio, que é, no geral, um valor pequeno, pertinente à comercialização do contrato de opção (em que nesse contrato há outro valor, o preço de exercício ou strike). Por fim, toda opção tem sua data de vencimento, que é o prazo máximo para que a compra ou a venda da ação seja exercida.

Como achar o preço do exercício no home broker?

A nomenclatura da opção é composta por três partes:

Portanto, se temos uma opção da Petrobras PETRK16, significa que ela é da empresa PETR, a letra K indica que ela é de call e será exercida em novembro e seu preço do exercício é de R$ 16.

Qual a importância do preço de exercício no mercado de opções?

Quando o investidor compra uma opção de call, ele adquire o direito de comprar o ativo-objeto de acordo com o preço do exercício predeterminado. Ao chegar na data de vencimento do contrato, esse ativo deverá estar acima do strike para que ele tenha vantagens no negócio.

Isso porque se o investidor fechou um contrato por um preço menor, ele conquistou aquela chance (direito) de comprar uma ação que será valorizada. Se ela não ultrapassar o preço do exercício, na pior das hipóteses, a perda máxima será apenas o prêmio.

Já se a opção for de put, o investidor compra o direito de vender o ativo. É recomendado comprar opções de put quando se espera uma desvalorização futura da ação porque, com elas, você obtém um contrato que dá o direito de vender por um preço maior na data de vencimento.

Assim, só será um bom negócio se o ativo passar a valer menos que esse strike porque é o que justifica a compra da put: a possibilidade de vender uma ação pelo preço desejado, não pelo preço do mercado, que a desvalorizou.

Se a opção for europeia, essa compra/venda só poderá ocorrer na data do vencimento. Porém, se ela for americana, o negócio pode ser concluído em qualquer data até o vencimento (podendo ser antes). No Brasil, o mais comum são as opções americanas.

Termo do dia

ISS

O que é o ISS? O Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ou apenas Imposto sobre Serviços, o ISS) é uma espécie de tributo cobrado em…