O que é pre-money valuation?

O pre-money valuation é o nome dado ao processo de avaliação de um ativo (geralmente uma empresa) antes de um aporte ou um investimento. De um modo geral, essa é uma estratégia muito utilizada por fundos de Private Equity.

O objetivo aqui é identificar o valor da companhia dentro do mercado em que atua e saber, posteriormente, se vale ou não a pena realizar o aporte planejado em termos de investimento.

O pre-money valuation é, portanto, uma importante ferramenta de avaliação de um ativo, sendo extremamente útil na tomada de decisão dentro do mercado financeiro.


Como calcular o pre-money valuation?

O processo de pre-money valuation utiliza-se de uma fórmula bem simples:

Pre-money valuation = Post-money valuation - Valor do Investimento

Para que você entenda de maneira mais fácil, vamos a um exemplo. Suponha que uma determinada companhia tenha seu valor de mercado estipulado em R$10 milhões. Além disso, o seu fundo de investimentos resolveu fazer um aporte na empresa de mais R$2 milhões.

Desta forma, temos que o valor total desta companhia será de R$12 milhões, algo que chamamos de post-money valuation. Ou seja, já podemos utilizar a nossa fórmula para averiguar o pré-money valuation:

Pre-money valuation = 12 milhões - 2 milhões = 10 milhões

Portanto, de um modo bastante intuitivo, temos que o pre-money valuation nada mais é do que o valor de mercado de uma empresa antes de um aporte financeiro.

Qual é a importância do pre-money valuation?

Apesar do cálculo ser um tanto óbvio, é fundamental para qualquer investidor dedicar atenção especial ao pre-money valuation na hora de decidir entre um investimento ou não.

Isso porque as companhias possuem um valor de mercado e, de acordo com as perspectivas econômicas e as premissas utilizadas pelos próprios investidores, pode ser que ela esteja em um preço justo, esteja barata ou esteja cara.

Se a observação é de que vale a pena investir, isto é, estamos falando de uma companhia com boa perspectiva de crescimento, mas cujo valor de mercado está abaixo do que se imagina, esse passa a ser um investimento interessante.

De maneira geral, portanto, o pre-money valuation permite a identificação de oportunidades de investimento de acordo com o valor de uma companhia antes de receber uma injeção de capital (o seu aporte).

Vale lembrar que, embora seja uma métrica simples, o pre-money valuation deve ser constantemente atualizado visando adequação a cada momento da economia. E, se o investidor não atuar com essas atualizações, pode tomar uma decisão enviesada.

Pre-money valuation x post-money valuation: qual é a diferença?

Como vimos ao longo do artigo, existe uma pequena diferença entre os termos "pre-money" e "post-money" em um processo de valuation. E essa diferença reside no momento em que haverá a análise do capital total da companhia.

O pre-money valuation é calculado em momento anterior ao aporte, visando identificar o valor da companhia sem qualquer investimento. Já o post-money valuation é calculado após esse investimento, refletindo o valor da companhia somado ao aporte financeiro realizado.

Além disso, as ferramentas permitem ao investidor calcular a sua participação em um negócio. Isso pode ser feito por meio da seguinte fórmula:

Participação (%) = Volume do investimento / Post-money valuation

De maneira objetiva, o que fazemos no cálculo é encontrar qual a sua participação no montante total da companhia, incluindo o investimento realizado. Retomando o nosso exemplo anterior, teríamos um cenário de participação equivalente a 16,67%.

Participação (%) = 2 milhões / 12 milhões = 16,67%

Naturalmente que, quanto maior o investimento realizado, maior também a participação. E essas ferramentas de valuation nos ajudam a entender o significado de um aporte financeiro.

Como Investir nos Melhores Fundos

Termo do dia

Liquidação

O que é a liquidação? É chamado de liquidação uma das etapas da transação de ativos, segundo a qual o encerramento das operações se dá apenas…

Veja outros termos