Última modificação em 30 de outubro de 2020

O que é praça (crédito)?

Praça é um termo utilizado para indicar quem tem o nome limpo e quem está negativado junto a instituições financeiras. Quem não tem dívidas pendentes automaticamente tem crédito na praça e, do contrário, está com o nome sujo. Nos dias de hoje, é praticamente impossível alcançar grandes realizações materiais — como adquirir um automóvel ou imóvel — sem recorrer ao crédito pessoal. Por esse motivo, é muito importante manter um histórico sem dívidas.

Hoje, muitas empresas recorrem a consultas no Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) e no Serasa não somente para checar se é seguro ou não ofertar crédito ao solicitante, mas também antes de contratar um novo funcionário. A inclusão como um mau pagador pode colocar em risco o tão sonhado emprego e essa situação se agrava, principalmente, para quem presta concursos públicos — já que os aprovados com restrição no nome sequer podem assumir a vaga.

Quais são as vantagens de ter o nome limpo na praça?

Uma das maiores vantagens de um nome limpo na praça é a liberdade financeira que ele proporciona. Isso significa poder fazer exatamente tudo o que a pessoa quiser com o seu dinheiro, sem qualquer tipo de restrição. Ser livre financeiramente significa arcar com compromissos financeiros obrigatórios, como contas de água, luz e aluguel — e entender que tudo o que sobrar disso está disponível, seja para pedir uma pizza ou para sair no fim de semana sem se preocupar.

Outro benefício é manter o Cadastro Positivo em dia. Ele funciona de forma bem simples, já que guarda o histórico de todos os pagamentos de um indivíduo — estejam eles em dia ou não — e dá pontos por isso. Quanto mais pontos, mais vantagens financeiras.

Também existem outras vantagens, como maiores chances de alugar um imóvel e menos restrições com empresas de crédito. Além disso, há ainda uma melhora significativa na saúde e bem-estar, já que estar endividado é muito estressante e esses hormônios liberados pelo estresse podem desencadear alterações no organismo.

O que se perde com o nome sujo na praça?

Mesmo que a dívida de quem tem o nome sujo na praça não seja alta o suficiente para que as instituições penhorem ou retomem bens por falta desse pagamento — como veículos e imóveis —, o negativado sempre estará sujeito a sofrer as consequências do efeito bola de neve causado pelos juros, que podem ir se acumulando até o valor da dívida se tornar extremamente alto.

Além disso, com o nome sujo na praça, todas as portas do mundo financeiro se fecham. Isso significa que os maus pagadores não podem ter acesso a serviços como empréstimos, cheque especial, crédito pré-aprovado e mesmo financiamentos.

De forma bastante resumida, as maiores desvantagens de não ter crédito na praça é não poder comprar nada que não possa ser pago à vista, trocar de carro, abrir crediário para aproveitar promoções de lojas, aproveitar o benefício do cheque especial em uma hora de aperto ou financiar um imóvel.

Como ter crédito na praça novamente depois do nome ser negativado?

A parte mais importante de conseguir ter crédito na praça novamente depois de limpar o nome junto às instituições financeiras é compreender que o processo pode ser um pouco longo. Por esse motivo, é preciso ter paciência ao longo do percurso e, como primeiro passo, respeitar o limite de, no mínimo, 6 meses após a quitação das dívidas para solicitar novo empréstimo, se precisar.

Ainda sobre este assunto, um dos maiores erros de quem acaba de limpar o nome é solicitar crédito em várias empresas e ao mesmo tempo — seja um financiamento, empréstimos ou cartão de crédito. Essa atitude pode fazer com que todo o pedido seja negado, visto que o desespero se torna óbvio. Além disso, as empresas que ofertam esse tipo de serviço podem interpretar essa situação como intenção de golpe.

A melhor forma para que o negativado volte a conquistar crédito na praça é retornar o pagamento de todas as suas contas em dia. O histórico positivo é bem visto por essas instituições e torna o processo mais simples. É recomendado, então, elencar as contas principais e coloca-las em débito automático. Já as outras, é preciso atenção redobrada para pagá-las em dia e, assim, criar uma boa imagem no mercado financeiro.

Termo do dia

Moeda em poder do público

No estudo das políticas monetárias, o dinheiro que está nas mãos das pessoas ganha uma atenção especial. Saiba tudo sobre a moeda em poder do público!