Última modificação em 17 de setembro de 2020

O que é Planejamento Estratégico?

Planejamento estratégico é o resultado do pensar sobre a empresa a longo prazo. Em vez de partir para executar e tentar gerar receita assim que você idealiza um negócio, o recomendado é criar um Plano de Negócios. A seguir, se desenvolve o primeiro Plano Estratégico. Dizemos "primeiro" porque, com o passar do tempo, ele deverá ser atualizado ou até mesmo completamente reformulado.

O Plano de Negócios é essencial para quem acabou de começar no empreendedorismo e ele explica quais produtos ou serviços serão oferecidos, como serão as instalações da empresa, quais os investimentos necessários etc. Já o Plano Estratégico pode ajudar a compreender como seu negócio vai crescer e ser sustentável.

Criar o planejamento estratégico traz muitas vantagens, como:


Como fazer o Plano Estratégico?

De modo geral, os empresários criam esse documento em setembro para ser posto em prática em janeiro, tomando como referência o ano fiscal.

Contudo, se você tem uma indústria de bens intermediários, como a de cimento, por exemplo, é possível fazer ciclos de dois até cinco anos, justamente porque esse setor é mais estável.

Por outro lado, para quem trabalha no campo tecnológico, com softwares que se reinventam a todo instante, os planos costumam ter validade de três meses. Portanto, considere essas particularidades antes de pôr a mão na massa. Agora vamos lá!

Faça o diagnóstico

Marque uma reunião com todas as equipes para entender qual é o status atual da empresa. A análise SWOT (Força, Fraquezas, Oportunidades e Ameaças) é bem popular nessa etapa, assim como a matriz alternativa, análise SOAR (Forças, Oportunidades, Aspirações e Resultados), que tem um caráter mais positivo e apreciativo.

Defina a filosofia e as diretrizes estratégicas

Ainda nessa reunião, devem ser delineados a missão (ou propósito), a visão (ou sonho da empresa) e os valores da organização. A seguir, crie o mapa estratégico junto com os objetivos estratégicos — com o auxílio da ferramenta BSC (Balanced Score Card).

Estabeleça as metas e os indicadores necessários

Como você pretende acompanhar a substancialização desses conceitos? Como medir se a empresa está aproveitando seus pontos fortes, se está mais perto da visão? Crie métricas financeiras, de marketing e para os demais setores corporativos (o que será mais detalhado no planejamento tático). Também é necessário ter indicadores que irão monitorar essas métricas.

Controle e gerencie o planejamento estratégico

Por fim, marque na agenda as próximas reuniões para acompanhar todos esses processos. Frequentemente, essas reuniões são feitas mês a mês, nas quais a análise SWOT, as metas e o Plano de Ação são atualizados.

Internamente, entre os setores de finanças, marketing, recursos humanos, dentre outros, deverão ser feitas reuniões, dessa vez com o objetivo de alinhar a execução dos planos táticos e operacionais ao plano estratégico.

Alguns fatores podem ser barreiras para o planejamento estratégico, como a falta de conhecimento gerencial, a falta de estratégia e a resistência às mudanças. Por isso, os leve em consideração na criação do planejamento estratégico, para evitar que eles minem o plano desde o começo.

Termo do dia

IBAN

Entenda como o IBAN funciona na identificação de contas funciona e como ele é composto.

Veja outros termos