Última modificação em 27 de janeiro de 2020

Quem foi Philip Carret?

Ex-aviador da Primeira Guerra Mundial, investidor por décadas e caçador de eclipses. O americano Philip Carret se destacou no mercado financeiro ao incentivar o conceito de investimento em valor (value investing) e por ser considerado um herói para ninguém mais do que o bilionário investidor Warren Buffet.

Philip Carret fez carreira no mundo dos investimentos, começando pelo patrimônio da família e atuando na gestão de fundos. Carret manteve suas aplicações até poucos meses antes de sua morte, em 1998, aos 101 anos.

Descomplicando a Bolsa de Valores

Biografia

Philip Carret nasceu em 1896, na cidade de Lynn, em Massachusetts, nos Estados Unidos. Filho de um advogado e de uma assistente social, ele se formou em Química na Harvard College e se alistou no Army Signal Corps, que viria a ser a Força Aérea mais tarde.

Ele foi treinado para ser piloto de avião durante a Primeira Guerra Mundial. Carret chegou a ser enviado para a França, mas a guerra já havia terminado.

Philip Carret escreveu uma série de artigos em 1927 para o Barron’s, atual publicação da Dow Jones & Company sobre o mercado financeiro americano. Na ocasião, Carret já falava sobre o investimento em valor, que traz o verdadeiro retorno no longo prazo.

Ele descreveu sobre o tema no livro The Art of Speculation, de 1930. Entretanto, o conceito foi oficialmente atribuído aos economistas e investidores Benjamim Graham e David Dodd no livro Security Analysis, de 1934.

Carreira de Philip Carret no mercado financeiro

Em 1928, Philip Carret deu início à sua carreira criando um dos primeiros fundos mútuos do mundo, o Pioneer Fund.

O investidor bilionário Warren Buffet chegou a afirmar que Philip Carret havia estabelecido "o melhor recorde de investimento a longo prazo de qualquer pessoa na América".

Carret conhecia o pai de Warren Buffet quando este ainda era um garoto e foi acionista por longos anos da Berkshire Hathaway, holding hoje administrada por Buffett.

O conceito de value investing foi provado na prática, uma vez que o investidor vivenciou décadas de alta e baixa do mercado, 20 recessões e a Grande Depressão de 1929. O fundo perdeu dinheiro neste período, mas trouxe ganhos pelos investimentos no longo prazo.

Em 1963, ele criou a Carret Asset Management, voltada à gestão de portfólios de clientes institucionais e de famílias com patrimônio elevado. O investidor vendeu sua participação em 1988, mas ainda visitava com frequência a empresa. Ele faleceu em maio de 1998, aos 101 anos.

Livros e eclipses

Philip Carret ainda publicou mais dois livros: "Buying a Bond", que reuniu alguns de seus artigos escritos para o Barron’s e a autobiografia "A Money Mind at Ninety".

Depois de ver o primeiro eclipse em 1925 em Westerly, no estado americano de Rhode Island, Philip Carret viajou pelo mundo ao longo dos anos para ver outros 19 eclipses.

Descomplicando a Bolsa de Valores

Termo do dia

Fundo Fechado

O que é um fundo fechado? No universo dos fundos de investimentos existem diferentes tipos de classificação como renda fixa, imobiliários, multimercados e cambiais, por exemplo. Essa,…

Veja outros termos