Open Nav

Philip Carret

Quem foi Philip Carret?

Ex-aviador da Primeira Guerra Mundial, investidor por décadas e caçador de eclipses. O americano Philip Carret se destacou no mercado financeiro ao incentivar o conceito de investimento em valor (value investing) e por ser considerado um herói para ninguém mais do que o bilionário investidor Warren Buffet.

Philip Carret fez carreira no mundo dos investimentos, começando pelo patrimônio da família e atuando na gestão de fundos. Carret manteve suas aplicações até poucos meses antes de sua morte, em 1998, aos 101 anos.

Como Investir nos Melhores Fundos

Biografia

Philip Carret nasceu em 1896, na cidade de Lynn, em Massachusetts, nos Estados Unidos. Filho de um advogado e de uma assistente social, ele se formou em Química na Harvard College e se alistou no Army Signal Corps, que viria a ser a Força Aérea mais tarde.

Ele foi treinado para ser piloto de avião durante a Primeira Guerra Mundial. Carret chegou a ser enviado para a França, mas a guerra já havia terminado.

Philip Carret escreveu uma série de artigos em 1927 para o Barron’s, atual publicação da Dow Jones & Company sobre o mercado financeiro americano. Na ocasião, Carret já falava sobre o investimento em valor, que traz o verdadeiro retorno no longo prazo.

Ele descreveu sobre o tema no livro The Art of Speculation, de 1930. Entretanto, o conceito foi oficialmente atribuído aos economistas e investidores Benjamim Graham e David Dodd no livro Security Analysis, de 1934.

Carreira de Philip Carret no mercado financeiro

Em 1928, Philip Carret deu início à sua carreira criando um dos primeiros fundos mútuos do mundo, o Pioneer Fund.

O investidor bilionário Warren Buffet chegou a afirmar que Philip Carret havia estabelecido "o melhor recorde de investimento a longo prazo de qualquer pessoa na América".

Carret conhecia o pai de Warren Buffet quando este ainda era um garoto e foi acionista por longos anos da Berkshire Hathaway, holding hoje administrada por Buffett.

O conceito de value investing foi provado na prática, uma vez que o investidor vivenciou décadas de alta e baixa do mercado, 20 recessões e a Grande Depressão de 1929. O fundo perdeu dinheiro neste período, mas trouxe ganhos pelos investimentos no longo prazo.

Em 1963, ele criou a Carret Asset Management, voltada à gestão de portfólios de clientes institucionais e de famílias com patrimônio elevado. O investidor vendeu sua participação em 1988, mas ainda visitava com frequência a empresa. Ele faleceu em maio de 1998, aos 101 anos.

Livros e eclipses

Philip Carret ainda publicou mais dois livros: "Buying a Bond", que reuniu alguns de seus artigos escritos para o Barron’s e a autobiografia "A Money Mind at Ninety".

Depois de ver o primeiro eclipse em 1925 em Westerly, no estado americano de Rhode Island, Philip Carret viajou pelo mundo ao longo dos anos para ver outros 19 eclipses.

Descomplicando a Bolsa de Valores

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão


Conheça também os termos relacionados