Open Nav

Países Emergentes

O que são países emergentes?

Um país emergente é como se denomina uma nação economicamente subdesenvolvida, cujos indicadores evidenciam uma tendência de pleno crescimento nas décadas seguintes que o colocam à frente das demais nações subdesenvolvidas.

Essa, contudo, é uma definição genérica, visto que o Banco Mundial e o  Fundo Monetário Internacional (o FMI), ambos ligados à Organização das Nações Unidas (a ONU), estabelecem diferentes critérios específicos para determinar quais são (ou não) os países emergentes.

Também chamados de países em desenvolvimento, os países emergentes usualmente partilham características semelhantes no que tange à renda, ao seu nível de industrialização e ao Índice de Desenvolvimento Humano (o IDH).

Tais características lhes permitem ocupar uma posição intermediária entre os demais países subdesenvolvidos e os países avançados. E muito embora a tendência é que ascendam a esse último grupo, caso mantenham o seu crescimento, há sempre a possibilidade de crises financeiras motivarem o rebaixamento desses países (voltando ao status de países subdesenvolvidos).

A disposição dos emergentes no mundo, assim como as demais classificações, não fica restrita a um único continente e/ou localidade concentrada.

Atualmente, existem países considerados emergentes em todos os continentes do mundo. Alguns exemplos de nações desse tipo encontradas nas principais regiões são:

  • América do Sul: Bolívia, Brasil, Chile, Paraguai e Uruguai;
  • América do Norte: México;
  • América Central: Cuba, Costa Rica, Guatemala, Panamá e República Dominicana;
  • Europa: Croácia, Hungria, Polônia, Romênia e Ucrânia;
  • Ásia: Filipinas, Malásia, Mongólia, Nepal, Tailândia e Vietnã;
  • Oceania: Papua Nova Guiné;
  • Oriente Médio: Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Egito e Líbano;
  • África: África do Sul, Argélia, Líbia e Marrocos.

Um país emergente, em geral, possui PIB per capita avaliado entre baixo e médio, enquanto o seu grau de industrialização lhe permite ocupar um lugar de destaque no mercado de exportações global e um IDH definido entre médio e elevado, segundo a classificação oficial.

Contudo, mais uma vez ressaltamos: esses requisitos são fluidos, visto que cada instituição tem liberdade para ignorar (ou acrescentar) algum deles ao classificar as economias.


O que é o BRICS e o MIST? O que isso tem a ver com os países emergentes?

Mesmo entre os países emergentes existem destaques. São nações cujas economias se sobressaem, quando comparadas às outras em desenvolvimento, e se tornam alvo de atenção (e investimentos!).

Ao longo dos anos, duas designações surgiram para identificar essas "economias de ouro" quando se fala de mercados emergentes.

A primeira delas é a MIST: sigla para México, Indonésia, Coreia do Sul e Turquia. No início do século, havia certa expectativa de que esses 4 poderiam assumir a liderança dos países em desenvolvimento, se tornando os primeiros candidatos à ascensão para a classificação máxima.

No entanto, atingidos por recessões especialmente na crise de 2008, esses países nunca "destronaram" o BRICS, o que significa que Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul continuam na frente, tanto em poder econômico quanto político.

Como Investir nos Melhores Fundos

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão


Conheça também os termos relacionados