O que é MOIC

MOIC, sigla para Múltiplo de Capital Investido (em Inglês, Multiple on Invested Capital, e também chamado em Português de MOI ou Múltiplo de Investimento), é um indicador que mede quanto valor um investimento gerou.

É um indicador bruto, isto é, calculado antes de certos descontos, como taxas e corretagens. Ele pode ser calculado em relação a um investimento específico ou à carteira de investimentos completa. 


Cálculo do MOIC

O MOIC é cálculado por meio de uma fórmula simples, que, como você já sabe, pode ser aplicada tanto a um investimento em particular quanto à carteira de investimentos.

MOIC = (Valor Realizado + Valor Não Realizado) ÷ Montante Total Investido

Nessa fórmula, o valor realizado corresponde ao rendimento que o investimento já produziu e o valor não realizado, ao rendimento que ainda será produzido. 

Para entender como essa fórmula é aplicada, utilizaremos um exemplo. 

Imagine que Ana investe hipotéticos 15 mil reais em um título de renda fixa que paga juros semestrais e ao vencimento, que ocorrerá após 36 meses. A cada semestre, Ana recebe mil reais. Na data de vencimento, ela receberá mais 18 mil reais.

No mês 19, Ana decide calcular o MOIC desse investimento. Então, ela fará a seguinte conta:

MOIC = (3.000 + 20.000) ÷ 15.000 = 23.000 ÷ 15.000 = 1,53

Portanto, o investimento de Ana gerou valor na ordem de 1,53 vez o investimento realizado. Esse número é expresso em vezes ou múltiplos – por isso, falamos em múltiplo de capital investido. Porém, também é possível convertê-lo para porcentagem. Dessa forma, o investimento de Ana gerou valor na ordem de 153%. 

Como Investir nos Melhores Fundos

É importante notar que R$3 mil é o valor realizado, o rendimento que esse investimento já produziu no mês 19, pois Ana já recebeu três vezes os juros semestrais. Enquanto isso, R$20 mil é o valor não realizado, o rendimento que ainda será produzido, pois Ana ainda vai receber mais duas vezes os juros semestrais, além do valor recebido no vencimento.

Interpretação do MOIC

O MOIC apresenta a relação entre o capital investido e o valor gerado. Quanto maior for essa relação, naturalmente, mais vantajoso para o investidor. É um indicador simples e objetivo, porém, também um pouco limitado.

A interpretação do MOIC depende de outros fatores que a fórmula não oferece. O principal deles é o tempo. Quanto mais longo o tempo que o dinheiro ficará investido, maior precisa ser o MOIC para que esse investimento seja considerado interessante. 

Por exemplo, um MOIC de 1,05 pode ser interessante para um investimento de 1 mês, ou até aceitável para um de investimento de 1 ano; porém, esse mesmo MOIC não é atrativo para um investimento que vai imobilizar capital durante 10 anos.

Como o MOIC não integra o tempo em seu cálculo, ele pode ser combinado ou até substituído por outro indicador, mais completo, como a TIR - Taxa Interna de Retorno. 

MOIC x TIR

É importante que fique clara a relação entre o MOIC e a TIR. 

Dois investimentos no mesmo montante e que geram o mesmo valor vão apresentar o mesmo MOIC, independentemente de quanto tempo cada um leva para gerar esse valor. Esses mesmos dois investimentos teriam TIR diferente, sendo que a TIR é inversamente proporcional ao tempo necessário para gerar o retorno.

Dessa forma, a TIR pode ser mais útil para escolher investimentos, já que ela permite identificar não somente qual investimento gera mais valor, mas qual investimento gera mais valor em menos tempo, que é o cenário ideal. 

Isso não significa que o MOIC não tenha um papel importante, já que é uma ferramenta que pode ser usada com facilidade para avaliar o rendimento que está sendo obtido de um investimento. Porém, para efeito de comparação, ele não consegue trazer uma visão tão completa. 

Como Investir nos Melhores Fundos

Termo do dia

Ganho Real

O que é o ganho real? Ganho real é o nome que se dá à rentabilidade obtida em determinado investimento, quando se desconta o impacto da…

Veja outros termos